Projetos de cultura aprovados pelo Edital da Cultura, o PAAC - Programa de Apoio a Ações de Cultura para 2016:

Coordenador(a): PRISCILLA SANTOS DE SOUZA

Resumo: Gravação do CD do Bloco de Samba Pega o Lenço e Vai - Educação com o Samba. Fundado em meados de agosto de 2010, o Bloco de Samba “Pega o Lenço e Vai”, da cidade de Mauá, é composto por trabalhadores que tem como compromisso recontar a história oficial do Brasil, colocando o africano como protagonista das lutas pela igualdade, liberdade e justiça e reconhecendo a população afro-brasileira enquanto sujeito histórico através de sua resistência nos períodos escravistas e de suas contribuições no desenvolvimento social, econômico e político do nosso país através do samba. Após a gravação, a realização de uma atividade cultural no interior da universidade que divulgue a cultura afro-brasileira por meio de uma roda de samba.

Coordenação: GRACIELA DE SOUZA OLIVER

Resumo: O curso Caminhos do Mar: História, Ambiente e Memória oferecerá aos participantes um olhar interdisciplinar sobre o patrimônio e memória ambiental da região da Baixada Santista, seus caminhos de ligação via mar, rios e urbanos. Pela perspectiva histórica das ciências, sociotécnica e ambiental abordaremos as diversas transformações ocorridas a partir do século XIX até os dias atuais. A partir daquilo que os locais visitados oferecerem, focalizaremos os elementos do patrimônio natural, científico, da memória e da história, por meio de artigos, relatos, imagens, mapas, obras, vídeos e outros registros.O curso tem por objetivo instigar os participantes à criação de um registro audiovisual como elemento transformador da sua reflexão, ação e relação interdisciplinar entre ambiente e cultura.

Coordenação: RAMÓN VICENTE GARCIA FERNANDEZ

Resumo: Encontros quinzenais para discutir a evolução da música rock e suas conexões com os diferentes movimentos culturais e sociais. E um tipo de música de grande impacto em nossa sociedade, e há interesse em conhecer melhor sua evolução, assim como discutir e tentar entender suas conexões e interações com os processos sociais, políticos, econômicos e culturais.

Coordenação: ANDREA PAULA DOS SANTOS OLIVEIRA KAMENSKY

Resumo: O projeto propõe continuar a realização de Dança Circular na UFABC e é voltado ao publico interno e externo, a fim de promover o aprendizado da linguagem e da história da dança contemporânea e suas interfaces com a área de arteterapia e com movimentos culturais. O projeto, que vem sendo desenvolvido desde 2013, propõe continuar a realização de Dança Circular na UFABC semanalmente, num grupo regular, e em oficinas periódicas. É voltado ao publico interno e externo, a fim de promover o aprendizado da linguagem e da história da dança contemporânea e suas interfaces com a área de arteterapia e com movimentos culturais.

As oficinas e atividades semanais do Projeto Dança Circular UFABC foram registradas e seu material didático disponibilizado na internet, sendo que o projeto se justifica pelo fato de contar com milhares de acessos, perguntas e procura da comunidade acadêmica e externa demonstrando interesse em participar das atividades educativas, culturais e artísticas de Dança Circular na UFABC.

Coordenação: MARCOS ROBERTO DA SILVA TAVARES

Resumo: O presente projeto visa dar assessoria acadêmica à Escola de Choro e Cidadania Luizinho 7 cordas (L7Cordas), objeto da presente ação de extensão. A L7Cordas atende jovens e crianças carentes da região do entorno do Mercado Municipal de Santos, conhecido ponto de degradação social e urbana da cidade. As atividades de cidadania da escola são mantidas de maneira voluntária pelo Clube do Choro de Santos, uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP). Dentro do contexto social em que a escola atua, este projeto deverá contribuir seminalmente em 2 pontos específicoss: (i) estender aos alunos da escola oficinas periódicas de atividades de cidadania, música e temas acadêmicos interdisciplinares; e (ii) levar o ambiente acadêmico, e os exemplos pessoais de docentes e estudantes da Universidade, a todo corpo da escola, visando apresentar-lhe em ambiente acadêmico de excelência.

Coordenação: JOSE JAVIER SAEZ ACUÑA

Resumo: O projeto visa manter a oficina ativa com a continuidade bolsa atual, e a implementação duma nova bolsa devido a termos aberto oficina no campus de SBC (mencione-se aqui que temos recentemente recebido malabares novos). A oficina atualmente leva a prática de destrezas motrizes aplicadas aos malabares à comunidade universitária, e externa, com 3, 4 e 5 bolinhas, 3 e 4 claves, passes entre dois malabaristas, e equilíbrio sobre monociclo, equilíbrio com bastão, equilíbrio com diabolô, perna de pau, equilíbrio sobre "slack-line" ou corda bamba, e equilíbrio com poi (fitas coloridas), e tecido acrobático. Estamos finalizando compra via Edital Cultural 2015 da PROEC uma roda Cyr (um bombole tamano para deixar um ser humano dentro).

Coordenação: JOSE JAVIER SAEZ ACUÑA

Resumo: 2014 foi montado o projeto da webrádio de estudantes que é aberta à comunidade. Este foi aprovado em 2015e a webrádio da UFABC está atualmente transmitindo. http://webradio.ufabc.edu.br/
O projeto cresceu e visa sair ao mundo num “bum” divulgativo (bum de bomba) em dezembro de 2016, se tudo der certo e nada atrasar.

Por outra parte, este 2015 passamos através de doações de PC´s (de docentes independentes quanto o NTI) de 1 canal que compila estilos diferentes para abrimos já logo a 12 canais de estilos diferentes. Aqui às 13 pessoas que tínhamos trabalhando voluntariamente na webrádio, passamos para 29 pessoas.

Diante o forte sucesso que foi abrir para pessoas direcionar e administrar canais independentes, ao mesmo tempo em que olhamos as grandes web-emissoras a nível mundial, que disponibilizam dezenas de canais com ofertas de estilos diferentes, é que pedimos aqui um PC´s potente o suficiente para poder abrir neste 2016 para abrir mais 20 canais em Máquinas Virtuais.

Coordenação: SILVIA HELENA PASSARELLI

Resumo: O projeto Ladainhas Culturais se propõe a realizar um ciclo de encontros temáticos diversificados sobre cultura com foco a fomentar o debate regional sobre construção de políticas de cultura em nível local e regional.

Desde 2013 a Universidade Federal do ABC tem desenvolvido ações em parceria com movimentos sociais na área de cultura com vistas à construção de politicas culturais locais e regionais. Dentre estas atividades, se destacam a realização da Conferência Livre de Cultura (junho/2014) e o Encontro da Diversidade Cultural (novembro/2013), este último em parceria com o Sesc-SP, unidade Santo André. Estes dois eventos foram antecedidos de "rodas de conversa" com pesquisadores e gestores públicos na área de cultura que trouxeram elementos de interesse para a formulação de diretrizes para cultura. A proposta dessse projeto é criar um ciclo de debates que aborde temas diversos e auxilie a formulação de políticas públicas na área de cultura para o ano de 2016 que deverá marcar a implementação dos planos locais de cultura (em fase final de elaboração pelas municipalidades) e pela elaboração dos planos setoriais de cultura que estão previstos para consolidação dos sistemas locais de cultura.

As rodas de conversa deverão contribuir com a proposta do Grupo de Trabalho de Cultura do Consórcio Intermunicipal do ABC que se propõe construir o plano regional de cultura, bem como colaborar com outros projetos de cultura da UFABC, propondo debates.

Coordenação: MARINÊ DE SOUZA PEREIRA

Resumo: Trata-se de um projeto de "Teatro Comunitário" baseado na experiência do grupo argentino Catalinas Sur, a qual se espalhou pela Argentina e por vários países do mundo, constituindo grupos atualmente interligados pela “Rede de Teatro Comunitário”.

A principal característica deste tipo de proposta tem a ver com seu caráter inclusivo, pois se trata de um teatro feito com “vizinhos” e não com profissionais da atuação, e que possibilita a participação de qualquer pessoa, independentemente de idade, profissão ou prévio conhecimento artístico.

Baseada no tema-eixo do lugar físico ou geográfico e na história dos que dele fazem parte, a proposta visa criar uma peça teatral e musical que terá como principal objetivo o encontro criativo e a construção de uma "identidade local". Para tanto, constitui-se de relatos sobre as pessoas e a história do lugar, pretendendo criar uma experiência que ajude a entender o passado comum, para habitar o presente e, a partir dele, criar o futuro.