Tag: Natureza

0

Por que paleontólogos pesquisam a força da mordida de espécies extintas? (V.4, N.3, P.12, 2021)

Foi publicada recentemente uma nova pesquisa sobre os hábitos alimentares dos pterossauros – os répteis voadores do Mesozoico, que conviveram com seus parentes próximos, os dinossauros, embora sejam um grupo à parte. Os hábitos alimentares de alguns pterossauros têm sido muito obscuros e discutidos entre pesquisadores. Parte disso vem da grande diversidade de formas vistas em pterossauros, variando desde espécies com os mais distintos tipos de dentição até espécies com perda total dos dentes.

0

|Série Biomas| O ritmo acelerado de destruição da Amazônia (V.4, N.3, P.10, 2021)

A coleção 5 do MapBiomas reúne uma base de dados de imagens de satélite de 1985 até 2019 de todo o país. Utilizando essas imagens é possível contar a história do Brasil, verificar os efeitos de políticas públicas e aprender com os resultados de ações passadas. A partir dos dados do MapBiomas para a Amazônia, é possível verificar a perda acelerada de florestas para pastagem no bioma, além do aumento do uso do solo para a agricultura e infraestrutura urbana.

0

|Série Biomas| O pequeno, mas rico Bioma Pampa (V.4, N.3, P.5, 2021)

Bioma Pampa é um dos seis biomas continentais brasileiros e possui uma biodiversidade própria, percebida principalmente pela fisionomia da vegetação nativa. Segundo o ministério do meio ambiente (MMA, 2020), este bioma no Brasil está restrito ao Estado do Rio Grande do Sul, ocupando uma superfície de 178.243 km², correspondendo a 63% do território estadual e a 2,07% do território brasileiro. Já na América do Sul, os campos e Pampas estendem-se por parte da Argentina, pelo Uruguai e no Brasil, no Estado do Rio Grande do Sul.

0

|Série Biomas| Mangue não é só lama! (V.4, N.2, P.4, 2021)

Quando pensamos em litoral, frequentemente pensamos em praias exuberantes, com longas faixas de areia. Mas engana-se quem pensa somente isso. Ao olharmos para a extensão da faixa costeira do Brasil, temos que ter em mente que haverá diferenças de acordo com as características de cada região. Compreender estas diferenças e como a sociedade vem ocupando e utilizando estas áreas é de vital importância para pensar em formas de conservação para este ambiente.

0

|Série Biomas| Desvendando o Cerrado (V.4, N.1, P.11, 2021)

O Cerrado ocupa praticamente 25% do território brasileiro, abrangendo os estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Bahia, Minas Gerais, Maranhão, Piauí, Rondônia, Paraná, São Paulo e Distrito Federal (Figura 1). É conhecido popularmente como a caixa d’água do Brasil por ser berço de três principais bacias hidrográficas no país (Amazônica/Tocantins, São Francisco e Prata), o que favorece a uma abundância de recursos hídricos e a uma biodiversidade riquíssima.

Twitter