Tag: Mulheres

0

|Podcast| Katharina Kepler: Bruxaria, Feminismo e Astronomia (V.4, N.1, P.1, 2021)

Em 2020 se completaram 400 anos desde que Katharina Kepler, mãe do famoso astrônomo Johannes Kepler, foi presa por acusações de bruxaria. Para contar essa história sensacional foi realizado um bate-papo muito especial com professora Anastasia Itokazu (UFABC), que também nos convida a refletir sobre a era das caçadas às bruxas e sobre o papel das mulheres, não só na História da Ciência, mas no mundo como um todo.

0

As Computadoras de Harvard (V.3, N.12, P.8, 2020)

Grupo de mais de 40 mulheres do Harvard College Observatory contratadas para trabalhar com Astronomia e Astrofísica no século XIX responsável por várias contribuições a Ciência. Na época, a dinâmica de um homem liderar várias mulheres era um cenário comum, hoje conhecido como “efeito harém”. Muitas computadores realizaram grandes avanços em suas áreas, como por exemplo Annie Jump Cannon, Williamina Fleming e Henrietta Swan Leavitt.

0

As Cientistas: Henrietta Leavitt (V.3, N.11, P.4, 2020)

Henrietta Swan Leavitt (1868-1921) foi a mulher responsável por revolucionar a Astronomia. O seu trabalho tornou possível o cálculo da distância das galáxias e contribuiu para a compreensão das nebulosas. A relação período-luminosidade de estrelas cefeídas (estrelas gigantes ou supergigantes) é chamada de Lei de Leavitt em sua homenagem.

0

Sobre outros olhares para a divulgação científica (V.3, N.7, P.17, 2020)

Um dos maiores desafios para democratizar o conhecimento das ciências é substituir verdades dogmáticas por hipóteses transitórias. A Teoria da Evolução possui aspectos inaceitáveis para uma parcela significativa da sociedade e provoca discussões acaloradas sobre a ausência de uma inteligência transcendental. Nos últimos 50 anos, diversos cientistas se dedicaram a levar os fundamentos da Evolução para fora do ambiente acadêmico, dentre eles se destacam dois grandes divulgadores científicos: Dawkins e Gold.

0

Por que “levar” a Antártica para a escola? (V.3, N.7, P.10, 2020)

A Antártica é pouco citada no ambiente escolar, porém o estudo do continente apresenta um amplo leque interdisciplinar, de modo abranger temáticas que vão das mudanças climáticas ao histórico de navegações. A Professora Sandra participou de um total de seis expedições ao continente antártico e apresenta as suas “aventuras científicas”, tão inspiradoras a jovens estudantes.

Twitter