Tag: Impacto ambiental

0

|Série Biomas| Mangue não é só lama! (V.4, N.2, P.4, 2021)

Quando pensamos em litoral, frequentemente pensamos em praias exuberantes, com longas faixas de areia. Mas engana-se quem pensa somente isso. Ao olharmos para a extensão da faixa costeira do Brasil, temos que ter em mente que haverá diferenças de acordo com as características de cada região. Compreender estas diferenças e como a sociedade vem ocupando e utilizando estas áreas é de vital importância para pensar em formas de conservação para este ambiente.

0

|Série Biomas| Desvendando o Cerrado (V.4, N.1, P.11, 2021)

O Cerrado ocupa praticamente 25% do território brasileiro, abrangendo os estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Bahia, Minas Gerais, Maranhão, Piauí, Rondônia, Paraná, São Paulo e Distrito Federal (Figura 1). É conhecido popularmente como a caixa d’água do Brasil por ser berço de três principais bacias hidrográficas no país (Amazônica/Tocantins, São Francisco e Prata), o que favorece a uma abundância de recursos hídricos e a uma biodiversidade riquíssima.

0

|Série Biomas| O que você precisa saber sobre a caatinga (V.4, N.1, P.5, 2021)

De forma simples, bioma pode ser definido como um espaço geográfico com condições climáticas e vegetação semelhantes e bem definidos. Porém hoje sabemos que dentro dessas áreas que chamamos de Biomas há diversos biomas distintos dentro deles, com suas características próprias e suas belezas. Muitos acreditam que a Caatinga é uma terra arrasada, com chão rachado, cactos, calangos e seca. Mas aqui vamos falar um pouquinho mais sobre esse bioma, suas riquezas e problemas.

0

Bioindicadores e a importância da preservação de áreas naturais (V.3, N.8, P.14, 2020)

Bioindicadores são seres vivos ou conjuntos de seres vivos intimamente relacionados ao ambiente e que são impactados pelas variações em seus habitats. A medição e a quantificação destas variações permite mensurar os impactos causados nas áreas naturais, sejam alterações da população de uma espécie ou de uma comunidade.

0

Kathleen Mary Drew-Baker, a “Mãe do Mar” (V.3, N.7, P.8, 2020)

Grande parte das algas não são plantas, a ficologia é a disciplina de Ciências Biológicas dedicada a estudar estes seres vivos. Kathleen Mary Drew-Baker, cientista britânica, é considerada uma das mais importantes ficólogas da história. A partir do seu trabalho com o ciclo de vida de algas do gênero Porphyria, algas cultivadas para consumo no Japão, ela se tornou conhecida pelos japoneses como a “Mãe do Mar”.

Twitter