Tag: Biologia

0

Cupins Alados – De onde vem as “aleluias” e como são produzidas? (V.3, N.11, P.8, 2020)

“Aleluias” são cupins alados que saem de suas colônias em busca de parceiros para acasalamento. Há indícios de que a chuva e a densidade do ar influenciam as revoadas. Antes dos vôos, ocorre uma grande preparação por parte de todas as castas da colônia. Os cupins operários constroem túneis para que os alados possam sair e os cupins soldados se posicionam para defender o cupinzeiro de predadores.

0

D.P.O.C. – Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (V.3, N.11, P.6, 2020)

A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica se caracteriza pela limitação ao fluxo de ar nos pulmões, o que reduz a circulação de oxigênio no sangue e espalha substâncias inflamatórias por todo o organismo. Compõe-se de um conjunto de alterações pulmonares que incluem o enfisema e a bronquite crônica e, mesmo sendo tratável, ocupa a quarta posição das causas de morte em todo o mundo. Os principais sintomas são tosse, falta de ar e chiado ao respirar.

0

Como os cupins conseguem comer madeira? O incrível papel dos microrganismos! (V.3, N.11, P.1, 2020)

Os animais que se alimentam de madeira são chamados de xilófagos, e estima-se que os cupins comem entre 3 a 7 bilhões de toneladas de madeira por ano! (vendo esses números dá para entender porque a maioria das pessoas ainda acham que todos os cupins comem madeira, né? Mesmo apenas metade das espécies deles sendo xilófagas. Mas a nossa pergunta aqui é como, e porquê, os cupins conseguem digerir madeira? Bom, a resposta é: eles não conseguem! Clique para conferir mais sobre este incrível processo.

0

Uma análise sistêmica da célula (V.3, N.10, P.11, 2020)

Diversas vezes nos utilizamos de conceitos conhecidos por muitas pessoas para explicar conceitos desconhecidos. As famosas metáforas e analogias. São conceitos pedagógicos poderosos, pois conseguem criar “pontes” entre aquilo que é conhecido e aquilo que se quer aprender. Até mesmo as células podem ser comparadas a diversos outros sistemas bem conhecidos por todos.

Twitter