Videogames podem ajudar a melhorar o desempenho do cérebro? (V.3, N.12, P.11, 2020)

Estimated reading time: 5 minute(s)

Você gosta de jogar algum game? Quais os seus favoritos? Sabia que existem muitas pesquisas sobre os efeitos do uso de jogos no treino de memória, atenção e até para fins educativos?

 

A popularidade dos games é inegável, no mundo há aproximadamente 2,2 bilhões de jogadores ativos, quase um terço da população total. Segundo estimativas aproximadamente 20% da população gasta em média 6h por semana jogando.

 

Uma pesquisa verificou o efeito do treino com um jogo digital chamado Pocoloto em crianças em fase de alfabetização. Este jogo treina a habilidade de conversão fonografêmica (som em escrita) e a memória de trabalho, em especial o componente da alça fonológica. Em Pocoloto, o personagem Paco conhece outros planetas e precisa aprender seus idiomas, ouvindo e escrevendo as palavras reais e pseudopalavras (palavras inventadas), enquanto desvia de distratores.

 

Comparando com crianças da mesma escola que jogaram um outro game que treinava velocidade e atenção, as crianças que jogaram Pocoloto mostraram melhora na capacidade de reter uma informação verbal e evocá-la após breves intervalos de tempo.

 

Apesar de resultados positivos como esse, ainda não se sabe ao certo se o treino com jogos digitais pode ir além do que foi treinado e melhorar outras funções. Seja como for, o uso deles para se divertir enquanto se treina habilidades cognitivas só cresce, assim como os estudos na área. Pocoloto estará disponível gratuitamente assim que as pesquisas de seu efeito de treino forem finalizadas.

 

Confira mais sobre a neurociência envolvida nos games neste bate papo completo com o doutorando Camilo Olalla realizado pelo Canal Neurocast UFABC:

 

[youtube v=”OvusnYOEWl0″]

Referência:

OLALLA, C. E. S.; LUKASOVA, K. . Avaliação de um jogo digital com treino de memória de trabalho para alfabetização em crianças no ensino fundamental. INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO, v. 22, p. 74-91, 2019.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Twitter