Você sabe o que é desenvolvimento sustentável? (V.3, N.12, P.2, 2020)

Estimated reading time: 17 minute(s)

Divulgadora da Ciência:

Carolina Grano – mestranda em Engenharia de Produção na UFABC

 

Você já deve ter ouvido falar em desenvolvimento sustentável e sustentabilidade, muito provavelmente em um contexto ligado à preservação ao meio ambiente. Essa associação não está errada, mas é incompleta, pois o desenvolvimento sustentável é baseado em  três pilares: o desenvolvimento social,  econômico e ambiental [1].

A definição mais aceita de desenvolvimento sustentável surgiu em 1987, em um relatório elaborado por uma comissão especial da Organização das Nações Unidas (ONU), formada por especialistas de vários países. Nesse  documento,  o desenvolvimento sustentável foi definido como a “capacidade da humanidade em garantir que as necessidades do presente sejam atendidas sem comprometer a habilidade das futuras gerações em suprir suas próprias necessidades” [2].  Na prática, essa definição quer dizer isso quer dizer que o desenvolvimento sustentável engloba a preservação e recuperação do meio ambiente, a redução das desigualdades sociais e o desenvolvimento econômico que respeite as questões ambientais e sociais.

Pensando na importância dos três pilares do desenvolvimento sustentável para a humanidade, em 2015, os países membros da ONU se reuniram para o lançamento da Agenda 2030, um documento que apresenta um plano de ação para as pessoas, o planeta e a prosperidade e que deve ser colocado em prática entre 2016 e 2030 e [3]. Esse plano de ação é divido em 17 objetivos do desenvolvimento sustentável (ODS), como mostra a figura a seguir.

Figura 1: Objetivos do Desenvolvimento sustentável. Fonte: [4].

 


Conhecendo os objetivos do desenvolvimento sustentável

 

Segundo a ONU, “os objetivos de desenvolvimento sustentável são um apelo global à ação para acabar com a pobreza, proteger o meio ambiente e o clima e garantir que as pessoas, em todos os lugares, possam desfrutar de paz e de prosperidade” [4]. A seguir, o texto explica cada um dos objetivos, a partir das definições apresentadas nos textos originais da ONU [3, 4].

Objetivo 1: Erradicação da pobreza. O primeiro objetivo procura a garantir que todas as pessoas de todos os países tenham acesso a uma quantidade digna de recursos econômicos.

Objetivo 2: Fome zero e agricultura sustentável. Tem como proposta fazer com que todas as pessoas tenham acesso a alimentos seguros, nutritivos e suficientes durante o ano todo, além de promover práticas agrícolas que não prejudiquem o meio ambiente e a produção de alimentos por pequenos produtores.

Objetivo 3: Saúde e bem-estar. O ponto central desse objetivo é assegurar o bem-estar todas as pessoas, por meio do acesso a serviços de saúde de qualidade, redução das mortes prematuras e evitáveis e eliminação das pandemias de doenças transmissíveis.

Objetivo 4: Educação de qualidade. Determina que todas as pessoas devem ter acesso a educação de qualidade em todos os níveis de ensino. Além disso, esse objetivo também prevê que as oportunidades de acesso à educação devem ser iguais para todas as pessoas.

Objetivo 5: Igualdade de gênero. Busca empoderar todas as mulheres e meninas, acabando com a discriminação, eliminando práticas nocivas, promovendo a saúde sexual e reprodutiva, e garantindo igualdade de oportunidades.

Objetivo 6: Água potável e saneamento. A ideia desse objetivo é garantir que todas as pessoas tenham acesso a água potável e saneamento, que o esgoto seja tratado, além de diminuir a poluição e o desperdício de água.

Objetivo 7: Energia limpa e acessível. O propósito desse objetivo é garantir que todas as pessoas tenham acesso a serviços de distribuição de energia, aumentar a eficiência energética no mundo e aumentar o uso de fontes energéticas limpas e renováveis.

Objetivo 8: Trabalho decente e crescimento econômico. Busca promover o crescimento econômico por meio de inovação, condições de trabalho produtivas e dignas para todas as pessoas, e o fim do trabalho forçado e infantil.

Objetivo 9: Indústria, inovação e infraestrutura. A proposta desse objetivo é promover a inovação tecnológica, melhorar a infraestrutura dos países e promover o crescimento do setor industrial.

Objetivo 10: Redução das desigualdades. Promove a redução das desigualdades entre as pessoas e os países, por meio do oferecimento de oportunidades às pessoas e do incentivo ao crescimento dos países em desenvolvimento.

Objetivo 11: Cidades e comunidades sustentáveis. Esse objetivo se propõe a garantir habitação e transporte seguros e acessíveis a todas as pessoas, reduzir o número de mortes por catástrofes, diminuir o impacto ambiental das cidades, e promover o acesso universal a espaços públicos.

Objetivo 12: Consumo e produção responsáveis. Esse objetivo tem o propósito de fazer com que a quantidade de resíduos produzidos seja reduzida, que os resíduos gerados sejam tratados, que haja diminuição do desperdício de alimentos e que entidades privadas e do setor público integrem a sustentabilidade às suas práticas.

Objetivo 13: Ação contra a mudança global do clima. Inclui educação e conscientização sobre as mudanças climáticas e a criação de políticas e ações para lidar com essas mudanças em todos os países.

Objetivo 14: Vida na água. Busca combater a destruição dos ecossistemas marinhos e costeiros, eliminando atividades destrutivas e reduzindo a poluição no meio aquático.

Objetivo 15: Vida terrestre. Combate a destruição dos ecossistemas terrestres e de água doce com ações como a erradicação da caça ilegal, redução da destruição de habitats naturais e combate à desertificação.

Objetivo 16: Paz, justiça e instituições eficazes. Promove sociedades pacíficas e inclusivas, com redução de violência e corrupção, proteção das crianças e promoção do Estado de Direito para garantir igualdade e justiça para todas as pessoas.

Objetivo 17: Parcerias e meios de implementação. O último objetivo trata dos meios de implementação dos ODS, considerando cinco macro áreas: finanças, tecnologia, capacitação, comércio e questões sistêmicas.

 

Referências

  1. Weisser, C.R.: Defining sustainability in higher education: a rhetorical analysis. Int. J. Sustain. High. Educ. 18, 1076–1089 (2017). https://doi.org/10.1108/IJSHE-12-2015-0215
  2. WCED: Our Common Future. , Oslo (1987)
  3. United Nations: Transforming our world: the 2030 Agenda for Sustainable Development, https://sustainabledevelopment.un.org/post2015/transformingourworld
  4. Nações Unidas Brasil: Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, https://brasil.un.org/pt-br/sdgs

Related Post

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Twitter