The Last of Us e os fungos reais: onde acaba a realidade e começa a ficção? (V.3, N.11, P.4, 2020)

Facebook Twitter Instagram YouTube

The Last of Us e os fungos reais: onde acaba a realidade e começa a ficção? (V.3, N.11, P.4, 2020)

Tempo de leitura: 3 minutos
#acessibilidade Arte que mostra uma pessoa infectada pelo fungo ficcional do gênero Cordyceps no jogo The Last of Us.

Em The Last of Us um fungo do gênero Cordyceps sofre mutação e arrasa os Estados Unidos em setembro de 2013, transformando humanos em zumbis canibais chamados de Infectados. Na vida real os Infectados são insetos e outros artrópodes. Isso mesmo, os fungos Cordyceps existem, parasitam e controlam artrópodes na vida real!

Numa entrevista, o roteirista Neil Druckmann disse que se inspirou na série da BBC chamada Planet Earth, que tem um episódio que fala sobre os Cordyceps e como eles parasitam e alteram o padrão comportamental de seus hospedeiros. São aproximadamente 400 espécies pertencentes ao grupo, e cada uma é especializada em parasitar um tipo específico de artrópodes. O Infectado (da vida real) tem seu sistema nervoso atacado pelo fungo, que faz com que o animal busque um ambiente propício para o desenvolvimento do próprio parasita, é claro. Enfim encontrado o local, o Cordyceps se fixa e começa a se desenvolver, matando seu hospedeiro. Pode demorar até 3 semanas para que o fungo, no final do seu ciclo, lance seus esporos para longe, alcançando novas vítimas.

Existe outro gênero muito parecido com o descrito acima, que é o Ophiocordyceps. É um grupo menor, com cerca de 140 espécies e das quais uma se destaca: Ophiocordyceps unilateralis sensu lato*. Esta espécie é conhecida por fungo formiga zumbi e é encontrada no Brasil e na Tailândia. Quando o fungo infecta a formiga ela começa a apresentar comportamento anormal, manifestando convulsões. Em seguida, quando o fungo alcança o sistema nervoso, a formiga vai até uma planta e fixa sua mandíbula na parte inferior de uma folha. Neste ponto, o fungo mata a formiga e passa a se nutrir dos tecidos dela e da folha. Já no fim do ciclo, há o desenvolvimento na região da cabeça da formiga de uma estrutura parecida com a de um cogumelo, que irá espalhar novos esporos, os quais irão infectar novas formigas. Este fungo é capaz de devastar colônias inteiras de formigas.

fungi - The Last of Us e os fungos reais: onde acaba a realidade e começa a ficção? (V.3, N.11, P.4, 2020)

#acessibilidade Fotografia de uma formiga morta que foi parasitada por Ophiocordyceps unilateralis sensu latu, o fungo já desenvolveu na região da cabeça de sua hospedeira sua estrutura reprodutora semelhante a um cogumelo

Apesar de parecer que esses fungos são seres malignos, eles, na verdade, possuem uma importância ecológica muito grande, assim como todas as outras espécies da natureza. São responsáveis por controlar o crescimento de artrópodes muito abundantes, impedindo superpopulações e estimulando, portanto, a diversidade de espécies. Estes fungos também têm importância médica, sendo utilizados em estudos contra o câncer, HIV e resistência à insulina.

Será que estes fungos realmente poderiam desenvolver uma mutação que nos transformaria em zumbis do The Last of Us ou algo parecido? Os fungos tratados aqui são exclusivos aos artrópodes e não possuem a capacidade de infectar humanos, portanto seriam necessárias inúmeras mutações super específicas para que conseguissem nos contaminar, o que é praticamente impossível.

*Curiosidade: com o advento da biologia molecular, novos dados estão sendo constantemente adicionados às classificações e muitas espécies dentro de Cordyceps e Ophiocordyceps estão passando por uma reorganização sistemática a partir destes dados filogenéticos moleculares. É, portanto, devido a esta reconfiguração que acrescentamos o termo sensu lato (que significa “no sentido amplo”) ao nome da espécie Ophiocordyceps unilateralis, que não representa uma espécie definida, mas sim um complexo de outras espécies que possuem características muito semelhantes entre si.

Fontes:

Fonte da imagem destacada: arte de Jaehoon Kim

Fonte da imagem 1: Tecmundo / Universidade da Pensilvânia

https://www.uol.com.br/tilt/noticias/redacao/2020/04/12/last-of-us-zumbis-sao-inspirados-em-fungo-real-que-existe-no-brasil.htm

https://universoracionalista.org/ophiocordyceps-o-fungo-zumbi-que-inspirou-o-jogo-the-last-of-us/

Para saber mais:

O episódio que inspirou Druckmann

https://www.bbc.com/portuguese/vert-earth-40206590

https://venturebeat.com/2013/08/06/the-last-of-us-creators-inspirations/2/

Outros divulgadores:

Vídeo O FUNGO DE THE LAST OF US do canal Nerdologia no YouTube

Vídeo CORDYCEPS – FUNGO QUE TRANSFORMA ARTRÓPODES EM ZUMBIS do canal Eu Quero Biologia no YouTube

Compartilhe:

Responder

Seu endereço de e-mail não será publicado. Obrigatório *