Editais e Formulários


testeira editais e formuláriosEditais de processos seletivos e Formulários disponibilizados pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da UFABC.

Confira a lista dos editais e processos seletivos da ProEC.

Em caso de dúvidas, entre em contato.


Formulários da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura.

No intuito de fomentar a formulação e implementação de atividades extensionistas e culturais prioritariamente em âmbito local e regional a ProEC disponibiliza a modalidade fluxo contínuo para apresentação de propostas de projeto, curso, evento ou oficina.

Editais para Financiameno de Projetos e Programas de Extensão Universitária e Cultura na Universidade Federal do ABC.

Programa de Apoio a Ações de Extensão constitui-se em um dos principais alicerces para a implementação da política de extensão na UFABC. No intuito de fomentar a formulação e implementação de atividades extensionistas prioritariamente em âmbito local e regional, uma das modalidades para apresentação de propostas extensionistas é o Edital do Programa de Ações Extensionistas (PAE).

Edital do PAE (Programa de Ações Extensionistas) para o ano de 2015.

Edital do PAE (Programa de Ações Extensionistas) para o ano de 2016.

Edital do Programa de Apoio a Ações de Extensão - PAAE para o ano de 2017.

Edital do Programa de Apoio a Ações de Extensão - PAAE para o ano de 2018.

Orientações para Submissão de Propostas no SIGAA, faça o download do Manual:

Edital do Programa de Apoio a Ações de Extensão - PAAE para o ano de 2019.

 

Edital do Programa de Apoio a Ações de Cultura é destinado a apresentação de propostas de projetos, cursos, oficinas e eventos, no âmbito exclusivamente cultural, com a finalidade de promover ações de cultura de abrangência local e regional. Podem ser proponentes docentes e técnico-administrativos da UFABC com propostas nas seguintes linhas: Audiovisual; Artes cênicas, visuais e do corpo; Música; Formação, patrimônio e memória.

Edital da Cultura para o ano de 2015.

Edital do Programa de Apoio a Ações de Cultura - PAAC para o ano de 2016.

Edital do Programa de Apoio a Ações de Cultura - PAAC para o ano de 2017.

Edital do Programa de Apoio a Ações de Cultura - PAAC para o ano de 2018.

Orientações para Submissão de Propostas no SIGAA, faça o download do Manual:

Edital do Programa de Apoio a Ações de Cultura - PAAC para o ano de 2019.

 

Esse é o processo seletivo geral para bolsistas e voluntários para atuar nos projetos aprovados pelo Programa de Apoio a Ações Extensionistas – PAE 2015 e pelo Programa de Apoio a Ações de Cultura - PAAC.

Observação: Para participar de processos de seleção que buscam bolsistas ou voluntários para uma determinada ação de extensão específica, acompanhe os Editais ProEC ou consulte a página de Projetos.

Editais ProEC em parceria com outras Pró-Reitorias.

Edital de chamada para inscrição de proposta de ação para o Programa de Capacitação de Terceirizados da UFABC para 2015 - Edital nº 005/2015.

A Agência de Inovação InovaUFABC em conjunto com a Pró-reitoria de Extensão e Cultura da UFABC (ProEC), torna pública a chamada para interessados em constituir empresa júnior ou em orientar empresa júnior.


testeira bolsas e voluntariados proec ufabcLista de processos seletivos para bolsistas - regulamentados pela Portaria ProEC nº 014/2017 - para atuar nas ações de extensão e cultura da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da Universidade Federal do ABC (ProEC UFABC).

 

Em 2018 não será aberto edital para voluntariado. Os(As) discentes que desejarem atuar nas ações nessa categoria deverão entrar em contato diretamente com a coordenação da ação. A lista de ações de extensão e de cultura da UFABC em 2018 aprovadas via editais PAAE e PAAC está disponível para consulta no Portal Público do SIGAA UFABC, basta filtrar pelo ano 2018 no sistema:

Processos seletivos para bolsistas e voluntários - regulamentados pela Portaria ProEC nº 013/2016 - para os projetos aprovados pelo Programa de Apoio a Ações Extensionistas – PAE 2016.

 

Processos seletivos para bolsistas e voluntários - regulamentados pela Portaria ProEC nº 013/2016 - para os projetos aprovados pelo Programa de Apoio a Ações de Cultura - PAAC.

 

Processos seletivos para bolsistas e voluntários - regulamentados pela Portaria ProEC nº 013/2016 - para os projetos institucionais da ProEC.

 

Processos seletivos para bolsistas e voluntários - regulamentados pela Portaria ProEC nº 014/2017 - para os projetos aprovados pelo ProExt 2016.

 

Processo seletivo para bolsista do Projeto Corredor Cultural – Regional Sudeste.

Processos seletivos para bolsistas e voluntários - regulamentados pela Portaria ProEC nº 013/2016 - para o programa Escola Preparatória da UFABC (EPUFABC 2017).

Processos seletivos para bolsistas e voluntários - regulamentados pela Portaria ProEC nº 014/2017 - para os projetos aprovados pelo Programa de Apoio a Ações Extensionistas – PAAE 2017.

Processos seletivos para bolsistas e voluntários - regulamentados pela Portaria ProEC nº 014/2017 - para os projetos aprovados pelo Programa de Apoio a Ações de Cultura – PAAC 2017.


No período de  15 a 17 de agosto de 2017, a cidade de São Bernardo do Campo sediará a exposição do Museu Itinerante Ponto UFMG em parceria com a BASF.

O Museu Itinerante Ponto UFMG é um espaço científico-cultural adaptado em uma unidade móvel com 06 salas interativas no seu interior que relatam a história do homem e sua relação com o universo. Conta também com uma exposição externa com cerca de 30 experimentos científicos que são divididos em 03 galerias: Galeria Energia, Galeria Homem e Galeria Desafio https://goo.gl/owIa5U .
Na perspectiva de intercâmbio entre as Universidades e valorizando a troca de experiências, gostaríamos de convidar alunos da graduação de qualquer área de ensino, para atuarem como mediadores voluntários juntos à equipe da UFMG durante os dias do evento.

Processos seletivos para bolsistas e voluntários - regulamentados pela Portaria ProEC nº 014/2017 - para o programa Escola Preparatória da UFABC (EPUFABC 2018).

Processos seletivos para bolsistas - regulamentados pela Portaria ProEC nº 014/2017 - para os projetos aprovados pelo Programa de Apoio a Ações Extensionistas – PAAE 2018.

Processos seletivos para bolsistas - regulamentados pela Portaria ProEC nº 014/2017 - para os projetos aprovados pelo Programa de Apoio a Ações de Cultura – PAAC 2018.

Em 2018 não será aberto edital para voluntariado. Os(As) discentes que desejarem atuar nas ações nessa categoria deverão entrar em contato diretamente com a coordenação da ação.

A lista de ações de extensão e de cultura da UFABC em 2018 aprovadas via editais PAAE e PAAC está disponível para consulta no Portal Público do SIGAA UFABC, basta filtrar pelo ano 2018 no sistema:

Registro de ações extensionistas e culturais desenvolvidas por docentes e técnico-administrativos da Universidade Federal do ABC.

Projetos da Pró-Reitoria de Extensão - separados por ano.

Aqui você encontrará os projetos de extensão da PROEX UFABC separados por ano.

Aqui você encontrará os projetos de extensão da PROEX UFABC em 2013.

Aqui você encontrará os projetos de extensão da PROEX UFABC em 2014.

Aqui você encontrará os projetos de extensão da PROEX UFABC em 2015.

Os projetos estão divididos em 4 categorias:

  • Projetos aprovados pelo ProExt (Programa de Extensão Universitária).
  • Projetos de extensão aprovados pelo PAE (Programa de Ações Extensionistas);
  • Projetos de cultura aprovados pelo PAAC (Programa de Apoio a Ações de Cultura);
  • E projetos aprovados pela modalidade Fluxo Contínuo.

Caso queira saber mais sobre o projeto ou atuar como bolsista ou voluntário, clique no título do projeto e confira os processos seletivos relacionados a ele. Confira abaixo a lista de projetos:

Projetos aprovados pelo Edital do Programa de Extensão Universitária (ProExt) para 2015:

Coordenação: Prof. Dr. Fernando R. Nogueira

Resumo: O objetivo principal deste Programa de Extensão é contribuir com a construção de políticas públicas regionais de gestão de riscos de desastres no Grande ABC, junto ao Consorcio Intermunicipal Grande ABC, por meio de suporte técnico, capacitação, documentação e registro do processo de integração regional neste campo, em andamento desde 2012.

Coordenação: Júlio Francisco Blumetti Facó

Resumo: Propõe-se neste projeto uma ação que leve informações sobre ciência e tecnologia aos alunos e professores das escolas públicas da região do ABC Paulista, de forma a democratizar o conhecimento científico e a universidade pública. Além de aproximar a comunidade, estimular os estudantes a cursar um ensino superior, e contribuir com o aprendizado dos alunos bolsistas participantes do projeto.

Ademais, a proposta visa tornar a UFABC um local aberto à visitações monitoradas, permitindo que os estudantes de ensino médio da rede pública possam acompanhar um pouco do que acontece no ambiente universitário, conhecendo seus ambientes, infraestrutura, laboratórios, localização, projetos, etc. O estreitamento da relação da UFABC com esse público pretende facilitar e ampliar as possibilidades dos estudantes no momento da escolha da Universidade e carreira que gostariam de seguir.

Estão contempladas nesse projeto duas linhas de ação. A primeira proposta consiste em promover palestras, proferidas pelos próprios alunos da UFABC, nas escolas públicas. Na segunda vertente serão organizadas visitas monitoradas nas dependências da universidade contemplando estudantes e docentes de escolas públicas da região. 

O projeto propõe também a aproximação das ações científicas desenvolvidas na universidade com a realidade desses estudantes de ensino médio. Para tanto, pretende-se que as atividades científicas transponham os muros da universidade, sejam divulgadas como ações que podem, verdadeiramente, contribuir para o desenvolvimento da sociedade e incitem o interesse desses jovens pelo conhecimento. Portanto, mais do que propor singularidades, o projeto "UFABC nas Escolas" fortalece a ideia de aproximar a comunidade da universidade e da produção científica.

Projetos aprovados pelo Edital do PAE - Programa de Ações Extensionistas para 2015:

Coordenação: MICHELLE SATO FRIGO

Resumo: O Projeto “Agroecologia na Escola” atenderá a rede municipal de ensino de São Bernardo do Campo/SP, priorizando as unidades que aderiram ao programa municipal de horta escolar da Secretaria de Educação – Departamento de Ações Educacionais, bem como as comunidades universitárias dos campi de São Bernardo do Campo/SP e Santo André/SP da UFABC. Com relação ao público, este será definido com a Secretaria de Educação – Departamento de Ações Educacionais de São Bernardo do Campo/SP, no entanto, de acordo com o Censo Escolar de 2013, existem 58.588 alunos matriculados na rede municipal de ensino (Educação Infantil, Educação Especial e Ensino Fundamental 1), contando com 2.409 professores
(IBGE, 2012), ou seja, há um universo de possíveis 60.997 membros da comunidade escolar municipal para participação no projeto.

Coordenação: Claudia Celeste Celestino de Paula Santos

 

Resumo: O projeto "ASTROEM III - Uma Proposta de Ensino de Mecânica Aplicada Integrada à Astronáutica, à Aeronáutica e à Astronomia para Alunos do Ensino Médio e Ampliando para Alunos do Ensino Fundamental II" é a continuidade do projeto ASTROEM I e II. Neste sentido continuamos com o objetivo de planejar, confecçionar e a aplicar cursos sobre mecânica aplicada visando também à astronáutica, à aeronática e à astronomia para alunos do ensino médio e, agora também, para alunos de ensino fundamental II, fornecendo, atividades que possam facilitar a aprendizagem e a interdisciplinaridade. A inserção do ensino fundamental II foi um levantamento oferecido pela escola parceira ao projeto ASTROEM situada em Mauá. Neste levantamento mostraram que o grupo ASTROEM poderiam ajudar na melhora do ensino também nesta fase visto que diversos conteúdos abordados no curso oferecido poderiam ser adaptados e aplicados ao ensino fundamental II. No sentido de melhorar o entendimento dos alunos de ensino médio e de ensino fundamental ao tema, mecânica aplicada, podemos citar o projeto - Uma proposta de Laboratório de Ensino Interdisciplinar na UFABC e a Inserção da Mecânica Aplicada no Ensino Médio (fomento – CNPq/Vale) [1]. Neste projeto foi abordado uma maneira de diminuir a barreira entre a teoria e a prática utilizando experimentos com o Lego mindstorms na tentativa de abordar os conceitos básicos de mecânica aplicada.

Este projeto, em acordo com o projeto pedagógico da UFABC [2], pois pretende facilitar o contato direto de professores da rede pública com a realidade dos estudantes e profissionais da UFABC, das engenharias, da biologia, da matemática, da física, etc., ou seja, envolver os alunos e os profissionais das diversas áreas dos cursos oferecidos pela UFABC na comunidade escolar da cidade de Santo André. Os resultados anteriores mostrarm que a participação do ASTROEM vem cumprido seu papel de divulgação e incentivo a novos estudantes para a área visto que grupos foram criados nas áreas de astronomia e astronáutica com participações efetivas em eventos relacinados a área, como exemplo, a olimpíada de astronomia, dentre outros. Além disto, o projeto ASTROEM também tem um papel de divulgação e sócio-educativo visto que, da interação entre os alunos da UFABC e dos alunos de ensino médio, alguns alunos se incentivaram a particpar do curso preparatório, ou seja, este contato mostrou que a distância imaginada poderia ser quedrada com a oportunidade de entrar dentro de um curso de nível superior.

Coordenação: MARIA TERESA CARTHERY GOULART

Resumo: Esta proposta consiste em uma continuidade do projeto "Estimulação Cognitiva: exercitando a mente para um envelhecimento saudável" que, duranto o segundo semestre de 2014 e com o apoio da PROEX, promoveu oficina de treino cognitivo a dois grupos de 15 idosos da região do ABC. O projeto gerou grande interesse da comunidade, com cerca de 100 inscritos, após visita dos docentes e pós-graduandos envolvidos no projeto ao Centro de Referência do Idoso de Santo André (CRISA) e divulgação no Diário do Grande ABC durante o segundo semestre de 2014.

Em 2015, pretendemos atender ao público que ficou em lista de espera, bem como desenvolver um curso de agentes multiplicadores para o CRISA, que nos indicou cerca de 35 oficinistas que atuam na região do grande ABC e que gostariam de aprofundar seus conhecimentos sobre o tema. Os objetivos do projeto " AtivAmente -UFABC " são: (1) Realizar programas de treino cognitivo, dirigidos à população idosa sem declínio cognitivo patológico a fim de otimizar seu funcionamento cognitivo, enfocando a melhora da memória, atenção e velocidade de processamento de informações; (2) Promover o acesso da população idosa ao câmpus da UFABC, divulgando o conhecimento científico sobre Neurociência e Cognição a esta população; (3) Propiciar a intergeracionalidade entre idosos e estudantes; (4) Promover a aplicação prática de conhecimentos adquiridos em disciplinas do Bacharelado em Neurociência e Cognição e dos cursos associados ao Bacharelado em Ciência e Tecnologia (BCT) e ao Bacharelado em Ciência e Humanidades (BCH), favorecendo o processo de formação dos estudantes.

Serão oferecidas duas oficinas ao longo do ano, com duração aproximada de dois meses cada. Cada oficina contará com oito encontros, sendo esses realizados semanalmente e com duração de 90 minutos. Serão realizadas atividades educativas e de divulgação científica, incluindo palestras sobre cognição e envelhecimento saudável, bem como exercícios práticos visando conscientização e aprendizado de estratégias para facilitar a atenção visual, auditiva e visuo-espacial; funções executivas; memória e velocidade de processamento de informações. Os encontros serão acompanhados pelos docentes e estudantes de pós-graduação em Neurociência e Cognição e preparados pela equipe de estudantes de graduação e pós-graduação, a fim de incentivar o raciocínio crítico e a autonomia no processo de busca por conhecimentos. Os participantes idosos responderão a questionários e testes cognitivos pré e pós-intervenção a fim de levantar o impacto objetivo e subjetivo do programa e de favorecer a reflexão sobre os aspectos trabalhados. Os estudantes serão convidados a avaliar as ações, destacando possíveis contribuições para o conhecimento teórico-prático adquirido. As oficinas, por sua vez, gerarão dados sobre a plasticidade cognitiva de idosos e os processos que a subsidiam. Os alunos contribuirão com o desenvolvimento de um curso voltado para agentes multiplicadores que será oferecido aos oficinistas do CRISA.

Coordenação: Cláudia Celeste Celestino de Paula Santos

Resumo: O curso apresenta tópicos  fundamentais de astronáutica relacionados com a dinâmica orbital e rotacional de veículos espaciais. O curso é dividido em duas partes, a primeira relacionada com a dinâmica de lançamento e vôo sub-orbital, e a segunda relacionada com a dinâmica do vôo espacial e interplanetário. Proporcionar aos estudantes de graduação e pós-graduação, docentes  e demais interessados na área de dinâmica de vôo espacial, um aprofundamento de seus  conhecimentos relacionados com a dinâmica de vôo orbital e rotacional de veículos espaciais, de modo a melhor prepara-los para  o mercado de trabalho, seja na área acadêmica, centros de pesquisas ou indústria  aeroespacial. Com o aperfeiçoamento nesta área, os participantes estarão melhor preparados para participarem de concursos públicos e privados  na área.

Coordenação: Jerônimo Cordoni Pellegrini

Resumo: Imersão no mundo da Cultura Livre, especificamente em produção de Software Livre. Tal imersão se dará por: minicurso de colaboração em software livre; minicurso de desenvolvimento de software livre; palestras; prática de desenvolvimento de software livre.

Coordenação: MARIA CANDIDA VARONE DE MORAIS CAPECCHI

Resumo: Este projeto vem na sequência do projeto de extensão em andamento na UFABC intitulado "Jogos teatrais e a formação do professor reflexivo" que visa explorar a utilização de jogos teatrais e sociodrama como instrumentos para fomentar, nos jogadores e participantes, uma postura crítico-reflexiva acerca da relação pedagógica professor-alunos-conhecimento. Este objetivo é baseado no potencial que os jogos teatrais apresentam para a mobilização de um olhar observador dos participantes sobre si mesmos, percebendo suas capacidades e o espaço à sua volta, identificando e refletindo sobre suas representações sobre a relação pedagógica e seus componentes.

O projeto em andamento compreende a formação de um grupo de estudos sobre jogos teatrais e formação de professores, com vistas a promover, entre os participantes, a vivência do laboratório teatral, associada ao trabalho com textos relacionados à temática do projeto e a escrita de diários em que, a cada vivência, constem as impressões e avaliações de cada participante sobre seus processos de reflexão culminando com a construção de uma pequena dramaturgia, composta por meio de cenas elaboradas pelo grupo no laboratório teatral, que será utilizada como dramaturgia ancoradoura em um sociodrama público a ser realizado na UFABC. Ao longo do atual projeto seus participantes têm feito propostas que uma vez experimentadas necessitam de um tempo maior para reflexão a partir das impressões sucitadas e das expressões registradas.

Nesta nova proposta pretende-se então fazer uma reflexão sobre o processo vivenciado visando dar subsídios aos professores em suas ações práticas de sala de aula. Para que isso ocorra, o grupo já constituído (porém aberto a inserção de outros participantes que assim o desejarem) terá como ações a organização e análise dos registros cênicos em vídeos e em seus diários já experimentados no projeto anterior por meio de estudos teóricos-metodológicos que possam mediar a proposição de ações interventivas didático-pedagógicas.

Coordenação: Ana Carolina Quirino Simões

Área: Música

Resumo: O canto coral promove contato com a música dos mais diversos gêneros, servindo como um difusor  de  cultura.  Desenvolve  aprendizagem musical,  consciência auditva, respiratória, inteligência  vocal  e prática  de  interpetação,  melhorando  ainda  a dicção e impostação  da voz. Estudos  científicos recentes  de  neurociência  mostram  que  os  indvíduos  que  tiveram treinamento  musical  possuem  um  efeito  positvo  no  desenvolimento  do  cérebro,  que contribui  para  um melhor  desempenho  acadêmico.  O projeto  visa  a criação  de  um  coral institucional da Universidade Federal do ABC.

Coordenação: Prof. Dr. Mário Gazziro

Área: Artes cênicas, visuais e do corpo

Resumo: A proposta do Inner Universe visa proporcionar a vivência como uma forma de reflexão sobre como nossas emoções transparecem em nosso semblante, utilizando para isso a instalação de uma obra de arte eletrônica. Por meio da atividade lúdica, a obra busca desconstruir modelos fotográficos e propor um olhar mais atento aos sentimentos, que estão além das aparências, e os quais expressamos através da nossa emotividade. O projeto é dividido em duas partes fisicamente distintas: a apresentação dos estímulos por meio de um projetor e a captação dos estados emocionais com o uso de um capacete eletrônico. Essas duas partes são interligadas por um computador de controle, executando o software Isadora associado à plugins desenvolvidos para o projeto, os quais realizam os efeitos artísticos em tempo real no vídeo, com base na entrada de dados fornecida pelo capacete cerebral.

Projetos aprovados pela modalidade fluxo contínuo

Resumo: Com o intuito de destacar a dimensão extensionistas, sem deixar de reforçar vínculos com a pesquisa e o ensino, propõe-se a capacitação de estudantes de graduação da UFABC, bem como de professores da rede estadual de educação básica, interessados no campo da Filosofia, para que possam promover atividades de intervenção social filosófica. As atividades serão, portanto, divididas em duas etapas que ocorrerão simultaneamente. A primeira, de capacitação do grupo, visa a realização de estudos e pesquisas com vistas a preparar os participantes do projeto para a atuação social. A segunda, a começar imediatamente após as primeiras capacitações,consiste em participantes do projeto se dirigirem a escolas públicas, utilizando técnicas diversas (recursos teatrais, música, debates) para provocar a reflexão filosófica. Cada intervenção será composta por um momento inicial, de atração do público; um segundo momento, de colocação do problema filosófico e estímulo provocativo à participação do público; o momento seguinte, de direcionamento filosófico do debate, por meio da proposição de questões reflexivas; e um desfecho em que se procurará sintetizar a contribuição filosófica daquela atividade na formação pessoal dos cidadãos participantes.

Coordenação: Daniel Pansarelli

Coordenação: ANA PATRICIA MORALES VILHA

Resumo: Devido a um baixo reconhecimento da UFABC no mercado de trabalho gerando certa dificuldade apontada pelos alunos para conseguir estágios e empregos, iremos realizar um trabalho específico de apresentação da UFABC para os gestores de recursos humanos destas organizações, de modo que nos tornemos mais conhecidos no mercado de trabalho.

Aqui você encontrará as ações de extensão e cultura da ProEC UFABC em 2016.

Os projetos estão divididos em 5 categorias:

  • Projetos de extensão aprovados pelo PAE (Programa de Ações Extensionistas);
  • Projetos de cultura aprovados pelo PAAC (Programa de Apoio a Ações de Cultura);
  • Projetos institucionais;
  • Projetos aprovados pelo ProExt (Programa de Extensão Universitária).
  • E projetos aprovados pela modalidade Fluxo Contínuo.

Caso esteja interessado em ser bolsista ou voluntário, consulte aqui os processos seletivos de bolsistas e voluntários para os projetos ProEC UFABC.

Confira abaixo a lista de projetos:

Projetos aprovados pelo Edital do Programa de Extensão Universitária (ProExt) para 2016:

Projetos de extensão aprovados pelo Edital do PAE - Programa de Ações Extensionistas para 2016:

Coordenação: CLÁUDIA CELESTE CELESTINO DE PAULA SANTOS

Resumo: O ASTROEM é um Projeto de Extensão financiado pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da Universidade Federal do ABC (ProEC-UFABC) e encontra-se em exercício desde 2013, atuando em cidades do ABC. Alguns dos resultados obtidos foram: a mobilização espontânea de 127 alunos e seus professores (de uma única escola integrada ao projeto) na estruturação de novas atividades, a ampliação das ações do projeto original também para o ensino fundamental e o interesse de outras escolas e ONGs pelo projeto.  Dessa forma, objetiva-se, agora, por meio de um conjunto de atividades interdisciplinares, diretamente relacionadas à popularização da ciência e tecnologia, evidenciar as tecnologias provenientes do setor aeroespacial, capacitando alunos a identificá-las e relacioná-las com o seu dia a dia. Por fim, pretende-se que todas as ações do ASTROEM tenham impacto nas iniciativas de divulgação científica, em novas estratégias de ensino e aprendizagem e no interesse dos alunos pelas carreiras científicas.

Coordenação: MARIA TERESA CARTHERY GOULART

Resumo: Esta proposta consiste em uma continuidade do projeto "ATIVAMENTE" UFABC"  que, desde o segundo semestre de 2014 e com o apoio da PROEC vem promovendo oficinas de treino cognitivo idosos da região do ABC.

Até final de 2015 o projeto terá atendido aproximadamente 130 idosos (até o momento 60 já fizeram as oficinas e outros 70 participarão das oficinas e de um curso para formação de agentes multiplicadores em outubro e novembro de 2015). O projeto estava dimensionado para 60 participantes em 2015, mas pudemos ampliar a oferta devido à inclusão de dois bolsistas adicionais no aporte de bolsas de julho/2015).  O projeto gera grande interesse da comunidade e sempre temos mais demanda do que vagas. Os participantes conhecem a proposta a partir de divulgação nos Centros de Referência do Idoso de Santo André (CRISA) e de SBC (CRI).

Em 2016, pretendemos ampliar a oferta ao público incluindo os indivíduos que ficaram em lista de espera, bem como realizar uma segunda edição do"Curso de Difusão em Memória e Envelhecimento" voltado para a formação de agentes multiplicadores ( oficinistas que atuam na região do grande ABC e que gostariam de aprofundar seus conhecimentos sobre o tema). Os objetivos do projeto " AtivAmente -UFABC " são:

(1) Realizar programas de treino cognitivo, dirigidos à população idosa sem declínio cognitivo patológico a fim de otimizar  seu funcionamento cognitivo, enfocando a melhora da memória, atenção e velocidade de processamento de informações;

(2) Promover o acesso da população  idosa ao câmpus da UFABC, divulgando o conhecimento científico sobre Neurociência e Cognição a esta população;

(3) Propiciar a intergeracionalidade entre idosos e estudantes;

(4) Promover a aplicação prática de conhecimentos adquiridos em disciplinas do Bacharelado em Neurociência  e Cognição e dos cursos associados ao Bacharelado em Ciência e Tecnologia (BCT)  e ao Bacharelado em Ciência e Humanidades (BCH), favorecendo o processo de formação dos estudantes.

Serão oferecidas duas oficinas ao longo do ano,  com duração aproximada de dois meses cada. Cada oficina contará com oito encontros, sendo esses realizados semanalmente e com duração de 90 minutos. Serão realizadas atividades educativas e de divulgação científica, incluindo palestras sobre cognição e envelhecimento saudável, bem como exercícios práticos visando conscientização e aprendizado de estratégias para facilitar a atenção visual, auditiva e visuo-espacial; funções executivas; memória e velocidade de processamento de informações.

Os encontros serão acompanhados pelos docentes e estudantes de pós-graduação em Neurociência e Cognição e preparados pela equipe de estudantes de graduação e pós-graduação, a fim de incentivar o raciocínio crítico e a autonomia no processo de busca por conhecimentos. Os participantes idosos responderão a questionários e testes cognitivos pré e pós-intervenção a fim de levantar o impacto objetivo e subjetivo do programa e de favorecer a reflexão sobre os aspectos trabalhados. Os estudantes serão convidados a avaliar as ações, destacando possíveis contribuições para o conhecimento teórico-prático adquirido. As oficinas, por sua vez, gerarão dados sobre a plasticidade cognitiva de idosos e os processos que a subsidiam. Os alunos contribuirão com o desenvolvimento de atividades e aulas para as oficinas e curso de difusão.  

Coordenação: EVONIR ALBRECHT

Resumo: O ensino de Astronomia raramente acontece nas escolas. A falta de formação pedagógica específica pode ser um dos fatores que dificulta a ação docente (LEITE, 2006; BRETONES, 2006). Sabendo que as Propostas Curriculares e os livros didáticos são os principais documentos e materiais que norteiam a educação nos estados e municípios. Tais documentos possuem a função de orientar os professores no momento do planejamento do currículo escolar. Pautado nesta premissa, este Projeto de Extensão de 2016 visa oferecer aos Professores da Educação Básica embasamente teórico e Metodológico para o Ensino e divulgação dos conteúdos de Astronomia na Educação Básica,inserindo-se na sua formação continuada com o intuito de facilitar a inserção desta temática na prática em sala de aula. Outrossim, este projeto ressalta e contempla a importância de parcerias entre instituições que atuam em programas de formação, como, a UFABC, Sabina Escola Parque do Conhecimento e Planetário Johannes Kepler.

Coordenação: SUZE DE OLIVEIRA PIZA

Resumo: O projeto "Educação em Ética e Direitos Humanos" propõe elaborar e implantar uma política pública de Formação em Ética para os professores e estudantes de escolas da rede pública e privada do ABC. O projeto se desenvolverá em três etapas, sendo a primeira etapa de pesquisa (levantamento de dados sobre como e se ocorre formação em Ética e direitos humanos nas escolas), a segunda etapa de elaboração de uma política pública que poderá ser implantada na região e a terceira etapa de implantação da política elaborada no interior do projeto em uma escola da região como piloto.  A proposta tomará como pressuposto que uma formação de qualidade em Ética e Direitos Humanos deve ter como ênfase a afirmação da diferença e da singularidade dos sujeitos que coexistem e considera que isso só é possível por meio da sensibilização e da vivência estética. Finalizado o processo o projeto a proposta será ajustada com vistas ao encaminhamento para prefeituras e escolas participantes.

Coordenação: MARIA CANDIDA VARONE DE MORAIS CAPECCHI

Resumo: Dando continuidade aos projetos"Jogos teatrais e a formação do professor reflexivo" de 2014 e 2015, que demonstraram o potencial do trabalho com arte dramática como forma de ampliar a percepção dos participantes sobre si mesmos e o espaço à sua volta, este projeto visa continuar fomentando uma postura crítico-reflexiva-sensível. Para ampliar o alcance dessas ações e atender desejos manisfestados em nossos encontros,  além dos jogos de improvisação teatral em sala de ensaio, pretende-se promover o planejamento e realização de performances e happenings. Os happenings e as performances podem ser caracterizados como eventos teatrais que acontecem em espaços não convencionais, sem uma trama completamente definida, de modo a interromper o fluxo cotidiano de ações de transeuntes. O que pode gerar momentos de reflexão. Enquanto nos happenings a improvisação é o ponto mais forte, nas performances, as intenções do performer têm papel essencial, sendo fundamental um planejamento criterioso.

Coordenação: PIETER WILLEM WESTERA

Resumo: O projeto Ensino de Astronomia no Grande ABC teve início com sucesso em 2012 e continuou com grande aceitação de 2013 a 2015. Se apresenta face à necessidade de popularizar a ciência tanto no Brasil, quanto na região onde está a UFABC. Através de aulas aos sábados, nas quais serão expostos e ensinados conceitos básicos de Astronomia, junto à proposição de outras atividades (visitas ao Planetário Johannes Kepler e IAG/USP, noites de observação do céu com um telescópio na UFABC), fazendo com que os alunos se interessem pela área, incentivando o estudo e desenvolvendo os conhecimentos dos mesmos em Astronomia.
Durante todo o ano, serão publicadas informações e avisos sobre o curso, assim como notícias da astronomia que interessem aos participantes no blog e na página do Facebook do projeto. Os slides das aulas serão disponibilizados no blog. Também responderemos a perguntas sobre astronomia em um site interativo, mantendo contato com os alunos e incentivando estudos mais aprofundados.

Coordenação: MARCO ANTONIO BUENO FILHO

Resumo: O projeto Química Responde é um canal virtual hospedado nos seguintes endereços: http://proec.ufabc.edu.br/quimicaresponde/ e https://www.facebook.com/quimicaresponde que visa responder via produções audiovisuais acessíveis perguntas sobre Química e possíveis desdobramentos interdisciplinares elaboradas pelo público externo (em especial alunos e Professores da Educação Básica), técnicos administrativos, discentes e docentes universitários.

O projeto conta com duas vertentes com objetivos distintos:

I – Química Responde (QR): vídeos acessíveis produzidos por alunos de graduação, em especial da Licenciatura em Química, da UFABC e da UFMS visando a preparação pedagógica;

II–Química Responde Júnior (QRJr): vídeos produzidos por alunos do Ensino Médio supervisionados por Professores da Educação Básica, visando a apropriação de conteúdos da Química bem como o engajamento em Ciência & Tecnologia.

Também está prevista a realização de uma oficina de produção de recursos audiovisuais acessíveis.

Coordenação: JÚLIO FRANCISCO BLUMETTI FACÓ/ALESSANDRA DE CASTILHO

Resumo: Propõe-se neste projeto uma ação extensionista que leve informação aos alunos e professores das escolas públicas da região, de forma a democratizar a universidade pública, aproximar a comunidade, divulgar outros projetos da PROEC e estimular o aprendizado dos alunos participantes do projeto.

Além disso, a proposta também visa tornar a UFABC um local aberto à visitações monitoradas, permitindo que esta pequena parte da sociedade possa acompanhar um pouco do que acontece no dia-a-dia da Universidade, conhecendo seus ambientes, infraestrutura, laboratórios, localização, etc. Acreditamos que esta aproximação será fundamental no momento da escolha, pelos alunos, da Universidade e carreira que irão seguir.

Estão contemplados nesse projeto  duas linhas de propostas: a primeira consiste em aproximar na realização de palestras nas escolas e a segunda, é a de receber a visita visita de escolas públicas (alunos e docentes) na UFABC.

Coordenação: MONICA YUKIE KUWAHARA

Resumo: Esta iniciativa visa promover ações que buscam a redução da vulnerabilidade socioeconômica na região do Grande ABC. Prevê oficinas de capacitação da comunidade acadêmica em técnicas de extração, análise e sistematização de microdados. A partir destas oficinas, serão gerados indicadores econômicos e sociais baseados nos microdados do IBGE, que permitirão identificar e mapear famílias em situação de vulnerabilidade. As mulheres de referência destas famílias serão convidadas a participar de oficinas que acontecerão dentro da universidade buscando promover e disseminar o empoderamento feminino.

Estas oficinas buscarão informar estas mulheres quantos aos seus direitos e oportunidades; identificar os principais problemas enfrentados por elas e por suas famílias, buscando embasar possíveis políticas de redução de pobreza; e formar cidadãs mais conscientes do uso de recursos escassos através, por exemplo, da educação financeira que será fundamental no cenário de instabilidade econômica atual.

Coordenação: DÁCIO ROBERTO MATHEUS

Resumo: O evento será o balizador teórico-prático do projeto de extensão "Sistemas agroflorestais para recuperação/restauração de áreas degradadas e produção agrícola: da academia ao produtor rural", ocorrendo em etapas chave do trabalho de campo do mesmo, que se dará na área verde do campus de São Bernardo do Campo e um produtor rural na área periurbana da região do ABC, pertencente ao projeto de extensão "Fortalecimento de redes de produtores e coletivos de consumo de produtos agroecológicos".

Ademais, a tecnologia agroecológica dos sistemas agroflorestais (SAFs) é pouco conhecida, seja para produção agrícola ou recuperação/resturação de áreas degradadas, sendo tal workshop uma importante estratégia local/regional de difusão dos SAFs, inclusive no tocante do manejo multifuncional de áreas verdes urbanas e periurbanas.

O formato de workshop foi escolhido uma vez que este tipo de curso tem caráter de treinamento. O objetivo é de aprofundar a discussão sobre temas específicos e, para isso, apresentar casos práticos: no primeiro módulo, os SAFs de recuperação/restauração conduzidos em experimentos na Fazenda Edgárdia da FCA-UNESP/Botucatu-SP, seu planejamento, implantação e manejo; no segundo módulo, os SAFs de produção agrícola da COOPERAFLORESTA da região do Vale do Ribeira-SP, destacando o manejo de podas e as questões econômicas e sociais intrínsecas ao uso desta tecnologia; e, no terceiro módulo, estudos de caso brasileiros acerca do uso de SAFs para conservação de biodiversidade em áreas urbanas e periurbanas.

Neste formato, o público participa intensamente. Objetiva-se detalhar, aprofundar o assunto de maneira mais prática. Em workshops existe a figura de um moderador (que neste caso serão os coordenadores e professores colaboradores em sistema de rodízio) e um expositor por módulo. A dinâmica das sessões se dará em três momentos: exposição, discussão em grupos ou equipe e conclusão, sempre que possível, desenvolvida a campo (área verde do campus de São Bernardo do Campo da UFABC).  

Coordenação: RODRIGO LUIZ OLIVEIRA RODRIGUES CUNHA

Resumo: Fazer a integração de alunos, técnicos e docentes além de pessoas externas através da prática do xadrez, oferecendo cursos básicos e treinamento dentro da UFABC. Os benefícios da prática do xadrez são muitos, por isso o projeto visa divulgar e estimular a prática do esporte nas escolas e na UFABC. O xadrez é uma atividade desportiva pouco valorizada no Brasil. Na UFABC, um grupo de alunos vem se dedicando à prática deste desporte no saguão do piso térreo do bloco A desde 2012.

Com o intuito de consolidar a prática do xadrez na UFABC, ampliando a integração interna entre discentes e funcionários da UFABC (técnicos administrativos e docentes) temos como proposta dar continuidade ao programa "XADREZ PARA TODOS". Este programa serviria de apoio para reforçar a integração local da UFABC com alunos de ensino médio das escolas da região interessados em apredender ou praticar este esporte milenar. Estas atividades seriam realizadas no campus de Santo André e São Bernardo do Campo.

Projetos de extensão e cultura aprovados pela modalidade fluxo contínuo:

A Liga de Debates - UFABC oferece aos alunos e demais interessados um espaço para aprender e exercitar a arte do debate. Através da discussão de temas de interesse da comunidade acadêmica, oferecemos a oportunidade de aprimorar nossa capacidade argumentativa, retórica, promovendo uma cultura de respeito e diversidade de ideias. Alunos da graduação, Técnicos-administrativos e comunidade externa podem participar.

A mente é o recurso mais valioso que temos, pois através dela experimentamos todos os momentos de nossas vidas, alegria, satisfação, felicidade, medo, tristeza.  Dependemos das nossas mentes para dar o melhor de nós seja numa prova, trabalho, aula, esporte, música, relacionamento, enfim, em tudo o que fazemos, mas nos esquecemos de cuidar desse bem tão precioso.  O resultado é que acabamos estressados.

A meditação é uma prática para lidar com esses aspectos da mente.  É uma prática positiva, relativamente simples, acessível a qualquer pessoa interessada, independente de crenças religiosas e mais importante, cujo sucesso foi cientificamente comprovado.

Esta oficina é voltada para qualquer pessoa interessada em aprender ou praticar técnicas de meditação.

Oficina quinzenal promovida pelo Grupo ‐ GMESEC ‐ Grupo de máquinas elétricas, sistema eletrônicos e de comunicação abordando temas diversos no âmbito da Engenharia Elétrica.

A ação objetiva a apresentação de temas atuais nas áreas de Máquinas, controle, microeletrônica, circuitos de RF, sistemas de comunicações, entre outros.

Os encontros serão gerenciados pelos membros do grupo e será aberta a comunidade externa interessada de maneira a ampliar os debates e estreitar relações.

Projetos de cultura aprovados pelo Edital da Cultura, o PAAC - Programa de Apoio a Ações de Cultura para 2016:

Coordenação: GRACIELA DE SOUZA OLIVER

Resumo: O curso Caminhos do Mar: História, Ambiente e Memória oferecerá aos participantes um olhar interdisciplinar sobre o patrimônio e memória ambiental da região da Baixada Santista, seus caminhos de ligação via mar, rios e urbanos. Pela perspectiva histórica das ciências, sociotécnica e ambiental abordaremos as diversas transformações ocorridas a partir do século XIX até os dias atuais. A partir daquilo que os locais visitados oferecerem, focalizaremos os elementos do patrimônio natural, científico, da memória e da história, por meio de artigos, relatos, imagens, mapas, obras, vídeos e outros registros.O curso tem por objetivo instigar os participantes à criação de um registro audiovisual como elemento transformador da sua reflexão, ação e relação interdisciplinar entre ambiente e cultura.

Coordenação: RAMÓN VICENTE GARCIA FERNANDEZ

Resumo: Encontros quinzenais para discutir a evolução da música rock e suas conexões com os diferentes movimentos culturais e sociais. E um tipo de música de grande impacto em nossa sociedade, e há interesse em conhecer melhor sua evolução, assim como discutir e tentar entender suas conexões e interações com os processos sociais, políticos, econômicos e culturais.

Coordenação: MARCOS ROBERTO DA SILVA TAVARES

Resumo: O presente projeto visa dar assessoria acadêmica à Escola de Choro e Cidadania Luizinho 7 cordas (L7Cordas), objeto da presente ação de extensão. A L7Cordas atende jovens e crianças carentes da região do entorno do Mercado Municipal de Santos, conhecido ponto de degradação social e urbana da cidade. As atividades de cidadania da escola são mantidas de maneira voluntária pelo Clube do Choro de Santos, uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP). Dentro do contexto social em que a escola atua, este projeto deverá contribuir seminalmente em 2 pontos específicoss: (i) estender aos alunos da escola oficinas periódicas de atividades de cidadania, música e temas acadêmicos interdisciplinares; e (ii) levar o ambiente acadêmico, e os exemplos pessoais de docentes e estudantes da Universidade, a todo corpo da escola, visando apresentar-lhe em ambiente acadêmico de excelência.

Coordenação: JOSE JAVIER SAEZ ACUÑA

Resumo: O projeto visa manter a oficina ativa com a continuidade bolsa atual, e a implementação duma nova bolsa devido a termos aberto oficina no campus de SBC (mencione-se aqui que temos recentemente recebido malabares novos). A oficina atualmente leva a prática de destrezas motrizes aplicadas aos malabares à comunidade universitária, e externa, com 3, 4 e 5 bolinhas, 3 e 4 claves, passes entre dois malabaristas, e equilíbrio sobre monociclo, equilíbrio com bastão, equilíbrio com diabolô, perna de pau, equilíbrio sobre "slack-line" ou corda bamba, e equilíbrio com poi (fitas coloridas), e tecido acrobático. Estamos finalizando compra via Edital Cultural 2015 da PROEC uma roda Cyr (um bombole tamano para deixar um ser humano dentro).

Coordenação: MARINÊ DE SOUZA PEREIRA

Resumo: Trata-se de um projeto de "Teatro Comunitário" baseado na experiência do grupo argentino Catalinas Sur, a qual se espalhou pela Argentina e por vários países do mundo, constituindo grupos atualmente interligados pela “Rede de Teatro Comunitário”.

A principal característica deste tipo de proposta tem a ver com seu caráter inclusivo, pois se trata de um teatro feito com “vizinhos” e não com profissionais da atuação, e que possibilita a participação de qualquer pessoa, independentemente de idade, profissão ou prévio conhecimento artístico.

Baseada no tema-eixo do lugar físico ou geográfico e na história dos que dele fazem parte, a proposta visa criar uma peça teatral e musical que terá como principal objetivo o encontro criativo e a construção de uma "identidade local". Para tanto, constitui-se de relatos sobre as pessoas e a história do lugar, pretendendo criar uma experiência que ajude a entender o passado comum, para habitar o presente e, a partir dele, criar o futuro.

Projetos institucionais da ProEC no ano de 2016:

Aqui você encontrará as ações de extensão e cultura da ProEC UFABC em 2017.

Os projetos estão divididos em 5 categorias:

  • Projetos de extensão aprovados pelo PAAE (Programa de Ações Extensionistas);
  • Projetos de cultura aprovados pelo PAAC (Programa de Apoio a Ações de Cultura);
  • Projetos institucionais;
  • Projetos aprovados pelo ProExt (Programa de Extensão Universitária);
  • E projetos aprovados pela modalidade Fluxo Contínuo.

Caso esteja interessado em ser bolsista ou voluntário, consulte os processos seletivos para bolsistas e voluntários para os projetos  da UFABC.

Confira abaixo a lista de projetos:


Projetos de cultura aprovados pelo Edital do PAAC (Programa de Apoio à Ações de Cultura) para 2017:


Coordenador(a): PAMELA MACEDO

Resumo: Realização de exibições não-comerciais de obras audiovisuais nacionais e estrangeiras diversificadas, com debates pós filme e distribuição de material impresso informativo sobre os temas tratados, dentro e fora da UFABC, de periodicidade mínima de 1 vez por mês, por meio grupo de Cineclube sobre temas ligados à saúde, nutrição, sexualidade e gênero.


logo curso 2017 historia do rock ufabcCoordenador(a): RAMON VICENTE GARCIA FERNANDEZ

Resumo:

Proposta: realizar encontros quinzenais para discutir a evolução da música rock e suas conexões com os diferentes movimentos culturais e sociais.

Justificativa:  o rock é um tipo de música de grande impacto em nossa sociedade, e há interesse em conhecer melhor sua evolução, assim como discutir e tentar entender suas conexões e interações com os processos sociais, políticos, econômicos e culturais.

Metodologia: Palestras com apresentação de músicas ou clipes de diversos músicos do período, entremeados de comentários dos professores organizadores; recomendações de leituras (tanto acadêmicas quanto jornalísticas) associadas às discussões do curso.

Acompanhe o projeto de cultura Curso Livre A História do Rock, acesse:

Ainda ficou dúvidas? Acesse o FAQ que o pessoal do projeto preparou.


Coordenador(a): MARIA DO CARMO CARDOSO KERSNOWSKY

Resumo: O Núcleo de Criação Literária tem por objetivo estimular a produção literária alternativa na região do ABC. Com encontros quinzenais, os participantes serão orientados ao exercício da escrita autoral, à leitura e ao debate crítico. Promoveremos também atividades para um público ampliado, tais como: aula aberta, roda de conversa e sarau. A produção do Núcleo será divulgada por meio de plataforma digital e pela publicação de um fanzine com textos produzidos no projeto.


Coordenador(a): JOSE JAVIER SAEZ ACUNA

Resumo: O projeto visa manter a oficina ativa com a continuidade das bolsas atuais. A oficina atualmente leva a prática de destrezas motrizes aplicadas aos malabares à comunidade universitária, e externa, com 3, 4 e 5 bolinhas, 3 e 4 claves, passes entre dois malabaristas, e equilíbrio sobre monociclo, equilíbrio com bastão, equilíbrio com diabolô, perna de pau, equilíbrio sobre "slack-line" ou corda bamba, e equilíbrio com poi (fitas coloridas), tecido acrobático e Roda-Cyr (um bambolê tamano para deixar um ser humano dentro).


Coordenador(a): CAROLINE SILVERIO

Resumo: Como ponto de partida de uma nova gestão museal, esse projeto busca estabelecer as bases para a constituição de uma política comprometida de conservação, preservação e difusão do Acervo da Pinacoteca de São Bernardo do Campo. A cidade de São Bernardo, localizada na região metropolitana de São Paulo, é referência para as sete cidades da região do Grande ABC (Santo André; São Bernardo; São Caetano; Diadema; Mauá; Ribeirão Pires; e Rio Grande da Serra), região que já foi muito prestigiada no circuito das artes visuais revelando grandes nomes do passado como Sacilotto, João Suzuki e Maria Irene Ribeiro, e nomes da atualidade como Sandra Cinto, Daniel Melim, Vitor Mizael e Giovani Caramello. O Acervo da Pinacoteca de São Bernardo do Campo se constituiu principalmente por meio de aquisições nos tradicionais Salões de Arte da Região do ABC, que datam de meados do século passado; doações de artistas e das famílias dos artistas; além de aquisições por parte do poder público. Hoje conta com 1.382 obras, com destaque para obras de Amilcar de Castro, Tomie Othake, Wesley Duke Lee, Volpi, Sacilotto, Sandra Cinto, Daniel Melim, Regina Silveira, Emanuel Araujo, Maria Bonomi, Regina Katz, Lothar Charoux, Iracy Nitsche, Aldemir Martins, Julio Plaza etc, configurando-se importante Patrimônio Histórico Cultural da Região do Grande ABC. Dentre as ações previstas neste projeto estão: definição de uma Politica de Acervo; restruturação física da Reserva Técnica da Pinacoteca de São Bernardo do Campo; construção do Laboratório de Preservação; higienização das obras; identificação, catalogação e digitalização do acervo; formação continuada da equipe da Pinacoteca de SBC na política de acervo; exposição do acervo; e ações de divulgação. A organização da museália é condição sine qua non para uma gestão transparente e democrática conforme previsto na lei 12.527, de 18 de Novembro de 2011. O acervo bem acondicionado, organizado e digitalizado facilitará o acesso às obras entre pesquisadores, estudantes, educadores e público em geral, salvaguardando os originais. Garantimos com este projeto ações de divulgação e difusão que estimulem o acesso facilitado ao acervo da Pinacoteca tanto aos que buscam este conteúdo, quanto àqueles comumente alheios ao circuito das artes visuais.


Coordenador(a): CARLOS EDUARDO RIBEIRO

Resumo: Trata-se da criação do Núcleo Dança – Arte – Filosofia (Núcleo DAAFI) que propõe como sua ação inicial na UFABC o projeto “Singularidade Somática – formação e criação em dança contemporânea”. Este projeto se define pela atuação, a promoção e a ativação dos processos de ensino, criação, vivência e pesquisa em Dança Contemporânea na estreita relação com a Filosofia. Singularidade somática é, assim, um conjunto articulado de ações culturais voltadas a vivências-reflexões corporais orientados sob três eixos organizadores: formação, criação e proposição. Na formação, propomos uma iniciação técnica (curso) no trabalho do reconhecido dançarino, coreógrafo e professor brasileiro Klauss Vianna (técnica Klauss Vianna - TKV) em conjunto de um mini-curso de outras linguagens/expressão em dança. No eixo da criação (processo criativo), partindo da abordagem somática da TKV, pretendemos formar um grupo de criação em dança contemporânea com vistas a produção de um trabalho cênico e, no eixo da proposição (apresentações), como resultado das dimensões formativas e criativas, apresentaremos as proposições artísticas resultantes. Cada um desses eixos possui detalhamentos interligadores em termos de ação descritos no projeto. Dirigido a artistas, professores de artes e a todos interessados pela abordagem, o projeto “Singularidade Somática – formação e criação em dança contemporânea” pretende deflagrar um contexto reflexivo-vivencial na convergência Dança e Filosofia conforme uma proposta que viabilize, no ambiente educacional, a integração efetiva entre corpo e reflexão. É salutar ressaltar que na Roda de conversa "Corpo, dança e reflexão filosófica" pudemos iniciar nossas atividades como grupo. Na ocasião, tivemos a manifestação de interesse de participação tanto de alunos e professores da UFABC (artistas e pessoas ligadas à práticas corporais) quanto da comunidade externa, como a aluna do CLAC - Centro Livre de Artes Cênicas de São Bernardo do Campo Beatriz C. Morelli que já tomou parte da equipe executora e fará a interface com a comunidade de artistas na cidade. Além disso, nosso intento é o de realizar um convite forma, via secretaria de educação, aos professores da rede municipal e estadual para a participação no projeto como agente integradores.


Projetos de extensão aprovados pelo Edital do PAAE (Programa de Ações Extensionistas) para 2017:


Coordenador(a): CLAUDIA CELESTE CELESTINO DE PAULA SANTOS

Resumo: O ASTROEM é um Projeto de Extensão financiado pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da Universidade Federal do ABC (ProEC-UFABC) e encontra-se em exercício desde 2013. O objetivo principal é o desenvolvimento de conhecimentos básicos em Astronomia, Astronáutica, Aeronáutica e Mecânica Aplicada de forma interdisciplinar, criando e executando estratégias pedagógicas, ligadas ao projeto pedagógico da UFABC, do Bacharelado em Ciência e Tecnologia (BC&T) e da Engenharia Aeroespacial, que possam ser aplicadas nas escolas públicas de ensino médio e fundamental II da cidade de Santo André podendo ser expandido para todo o território nacional. Em 2017, a proposta inovadora é apresentar o ASTROEM aos professores de ensino médio e fundamental II através de atividades de aperfeiçoamento como cursos e palestras. Alguns resultados obtidos em 2015 e 2016 que podem demonstrar sua solidificação como estratégia de ensino são observados diante dos trabalhos publicados em anais de eventos científicos em educação, como por exemplo, XXXIII Encontro de Físicos do Norte e Nordeste, 2015, I Jornada Ibero-Americana de Pesquisas em Políticas Educacionais e Experiências Interdisciplinares na Educação, 1a. Conferência FabLearn Brasil, V Simpósio de Ensino de Ciência e Tecnologia, dentre outros, e em suas ações, como por exemplo, participação na plataforma Bedream Fund da empreendedora Bel Pesce – Crowdfunding e inscrição na plataforma Geekie Lab – Fundação Lemann – para utilização em ensino de Física.


Coordenador(a): ANA MARIA DIETRICH

Resumo: Apresenta-se como uma continuidade do projeto extensão Batuclagem implementado de 2011 até 2016 pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da UFABC. Tendo como metodologia a Arte-educação, o objetivo era inserir as tenras gerações nas preocupações ambientais. A contação e a literatura infanto juvenil foram elementos sensibilizadores para a promoção de tais práticas. Na atual versão, pretende-se promover a contação de histórias ligada a literatura infanto-juvenil com objetivo de se difundir o patrimônio imaterial brasileiro especialmente lendas brasileiras que tenham o protagonismo de indígenas e afro-descendentes e histórias e contos de origem afro-brasileira e indígena. A ideia é que as crianças se sensibilizem e respeitem as diversidades étnicas, de gênero e de identidade e também conheçam melhor a contribuição indígena e afro-descendente na cultura brasileira, saindo de uma perspectiva eurocêntrica. Muda-se o foco da preocupação inicial do projeto (essencialmente ambiental) pois acredita-se que em seus seis anos de existência, atingindo mais de 7000 pessoas, ele já cumpriu sua função na região. Para o ano e 2017, temos como pano de fundo a sensibilização para as questões sobre diversidades e direitos humanos. A ideia é se difundir tal rico e pouco conhecido patrimônio, promovendo formas de pensar e de se refletir diferentes das hegemônicas, e ao mesmo tempo difundindo a contação de histórias com vistas de se valorizar a tradição oral. Assim, o Batuclagem Diversas, por meio da contação de história, visa valorizar temas de extrema importância na sociedade com questões LGBT, gênero, étnica, acessibilidade e inclusão. Pretendemos produzir um segundo livro do projeto Batuclagem, trazendo a pesquisa sobre as histórias e lendas brasileiras que serão adaptadas para a inserção de temáticas caras aos direitos humanos.

O projeto de extensão Batuclagem, torna pública a seleção de ilustradores para o livro infantil Batuclagem, cuja temática é Direitos Humanos e Diversidades.


Coordenador(a): ALEX GOMES DIAS

Resumo: Essa proposta trata da execução de uma ação de divulgação científica através de colóquios e palestras de popularização da física e áreas correlatas. Entre as motivações para a realização dessa atividade destacamos a necessidade de que a UFABC tenha um canal efetivo na divulgação do conhecimento na fronteira da física para o público externo e interno à Universidade.

A física é uma ciência ampla que avança velozmente, com impactos diretos em diversas outras áreas que usam seus conceitos e técnicas na resolução de problemas e desenvolvimento de novas tecnologias. Uma medida disso pode ser vista, por exemplo, em alguns avanços reconhecidos na física e que ganharam maior destaque mundialmente nos últimos dez anos como: possíveis miniaturizações de dispositivos (Nobel de 2007); novas tecnologias da informação (Nobel de 2009); novos materiais condutores (Nobel de 2010); a possibilidade de medida e manipulação de sistemas quânticos individuais (Nobel de 2012); a invenção de novas eficientes fontes de luz (Nobel de 2014). Evidentemente, existem descobertas que mesmo ainda sem impacto tecnológico imediato são importantes na elucidação de fenômenos, leis, e interações fundamentais da Natureza como: o entendimento e consequências da quebra de simetria nas interações entre as partículas elementares (Nobel de 2008); a descoberta da expansão acelerada do Universo (Nobel de 2011); a descoberta do bóson de Higgs em 2012 (a qual teve participação de pesquisadores da UFABC); da descoberta da oscilação de neutrinos mostrando que essas partículas são (Nobel de 2015). Notavelmente, a UFABC tem grupos realizando pesquisa em áreas nas quais esses avanços se inserem de forma direta ou indireta.


A ação de levar ao público amplo os desenvolvimentos científicos gerais, e em particular aqueles realizados dentro da própria universidade, através de palestras e colóquios de popularização da ciência é inerente às atividades de ensino e pesquisa em importantes institutos e universidades no Brasil e ao redor do mundo. Junto da missão de se comunicar com a sociedade através da transferência do conhecimento, tal atividade tem grande potencial para estimular o interesse dos estudantes do ensino médio pelas áreas da ciência e tecnologia. Além disso, deve-se sublinhar que a participação em palestras e colóquios contribui para a formação dos estudantes da graduação e pós-graduação em geral, proporcionando também uma efetiva aproximação entre os discentes e os palestrantes convidados. Temos manifestações de apoio das coordenações do curso de Bacharelado em Física, de Licenciatura em Física, de Pós-Graduação em Física, de Ensino e História das Ciências e da Matemática, e do Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física, através da participação na presente proposta de docentes que atuam neles.

Os recursos solicitados se destinam essencialmente a: passagens aéreas e diárias para os palestrantes externos convidados (gostaríamos de oferecer a esses palestrantes a permanência de ao menos um dia de visita à UFABC para proporcionar maiores interações deles com o público geral, discentes, e docentes); desenvolvimento de um portal e canal no Youtube; bolsistas dedicados à manutenção do portal, páginas, gravação das conferências, e demais atividades da proposta.


Coordenador(a): RICARDO DA SILVA BENEDITO

Resumo: O objetivo dessa ação extensionista é desenvolver competências em energia solar em estudantes e professores de Ensino Médio da região do Grande ABC, das redes pública e privada. Esse é  um tema estratégico para um país como o Brasil, dotado de bons índices de insolação e que apresenta um consumo crescente de eletricidade, podendo suprir parte da sua demanda com energia limpa e de forma sustentável.


Coordenador(a): JULIANA TOFANO DE CAMPOS LEITE TONELI

Resumo: Este projeto visa potencializar a educação ambiental relacionada aos resíduos sólidos urbanos (RSU) em direção aos princípios da Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS (Lei nº 12.305/10) - que prevê a não geração, reciclagem, reutilização e destinação ambientalmente adequada de resíduos sólidos. O público alvo deste projeto é bastante diversificado, sendo composto por: comunidade da UFABC (docentes, discentes e técnicos administrativos) e comunidade da região do ABC, representada por professores de ensino médio de escolas públicas e privadas, população em geral, catadores de recicláveis e membros de cooperativas. Serão desenvolvidas ações de extensão diversificadas que promovam o conhecimento e a conscientização dos educadores e da comunidade da região do ABC, com o objetivo formar agentes propagadores do conhecimento e do exercício de cidadania, promovendo, assim, uma mudança no comportamento que permita transitar de uma análise crítica da realidade atual da problemática do lixo a um estado desejado da mesma. Esse projeto se inspira e dialoga com outras experiências da equipe proponente, obtidas nos âmbitos nacional e internacional, por meio de ações extensionistas e projetos de pesquisa. As diversas áreas de conhecimento relacionadas aos docentes participantes desse projeto trarão consigo múltiplas perspectivas de análise e ações de extensão sobre a problemática do lixo na região do ABC, questão essa que reforça a natureza interdisciplinar desse projeto. Como resultado, espera-se que o público alvo obtenha uma nova visão da problemática dos resíduos e seja reprodutor das ações em suas instituições ou em suas residências, de modo a promover uma contribuição prática para além do exercício crítico científico dos proponentes do projeto. Almeja-se a divulgação e disseminação do conhecimento transmitido, visando um exercício da cidadania ambiental sustentável na região do ABC.


Coordenador(a): MONICA YUKIE KUWAHARA

Resumo: Esta ação propõe minicursos rápidos, teórico-práticos, cujo objetivo é descrever a forma de obtenção de indicadores sociais a partir dos microdados disponibilizados pelo IBGE. Pretende-se apresentar um panorama das características dos microdados e seu uso em pesquisas da área de Ciências Sociais Aplicadas, visando potencializar sua utilização em projetos de pesquisa e de extensão executados pelos pesquisadores da região. As técnicas apresentadas também podem servir a funcionários do setor público municipal e outros interessados em conhecer as bases de dados oficiais e algumas de suas aplicações. As oficinas serão realizadas em laboratórios secos, com exposições teóricas e atividades práticas realizadas a partir das bases, utilizando-se o Software SPSS. Pretende-se ofertar o curso em três ocasiões, uma em cada quadrimestre, sendo duas no campus São Bernardo da UFABC e uma no Núcleo de Pesquisas em Qualidade de Vida da Universidade Mackenzie em São Paulo. As atividades presenciais perfazem 8 horas. Quatro horas são necessárias para a elaboração de um texto analítico a partir de indicadores gerados durante as oficinas.


Coordenador(a): ANA MARIA DIETRICH

Resumo: O programa Memória dos Paladares se propõe a identificar o impacto da instalação da Universidade do Grande ABC no Bairro Bangu de Santo André, SP, e adjacências nas relações entre moradores novos e antigos e o território, na criação de marcos identitários e formação de não-lugares. Inicialmente nasceu com o intuito de fortificar os laços entre os moradores das regiões circundantes da UFABC, entretanto, o programa atualmente visita lares de repouso com o intuito de devolver a dignidade de seus moradores e compartilhar vivências e histórias, tendo como pano de fundo a alimentação e temáticas desenvolvidas ao longo dos cinco anos do programa (atuante desde 2012). Os anos de 2015 e 2016 serviram para formar laços e parceria com o SESC Santo André, instituição que junto ao seu programa Mesa Brasil tem se mostrado acolhedora e um forte aliado na expansão das atividades propostas pelo Memória dos Paladares.


Coordenador(a): CARLOS EDUARDO RIBEIRO

Resumo: Trata-se da realização de um ciclo de formação no pensamento e na literatura de Carolina Maria de Jesus, escritora, artista negra brasileira e migrante que viveu em São Paulo na favela do Canindé. Este ciclo consiste na apresentação de três atividades culturais de caráter formativo nesta literatura de autoria negra, quase desconhecida pelos brasileiros: uma mini-mostra dos filmes sobre a autora (curtas, documentários, depoimentos etc); uma palestra e debate com uma especialista na literatura de Carolina e duas apresentações do espetáculo de dança contemporânea “Miséria prima, rara palavra (Para Carolina Maria de Jesus) cuja criação poética é a literatura da autora e em sua homenagem. O ciclo será realizado no campus São Bernardo e está sob a responsabilidade do Núcleo Dança Arte Filosofia coordenado pelo Prof. Carlos Eduardo Ribeiro (campus São Bernardo). Este evento tem um duplo objetivo político: tanto divulgar a obra de Carolina como memória literária brasileira quanto marcar esta memória no mês de novembro por ocasião do dia da consciência negra 2017.

Descendente de ex-escravos da região de Minas Gerais, Carolina nasceu em 1914 na cidade de Sacramento-MG e migrou para São Paulo nos anos de 1930 onde, como catadora de lixo, favelada e escritora foi descoberta pelo Jornalista Audalio Dantas que impulsionou a publicação de seu primeiro livro que se tornaria best seller mundial definindo a vida na favela: “Quarto de despejo: diário de uma favelada” (1960).


Coordenador(a): MARIA CLEOFE VALVERDE BRAMBILA

Resumo: A proposta do projeto de extensão tem como principal objetivo a capacitação dos técnicos da Defesa Civil da região do ABC Paulista, sobre o comportamento do regime das chuvas na região, com vistas a entender a sua distribuição espacial e determinar limiares pluviométricos deflagradores de eventos de inundação e deslizamentos. Este conhecimento deve auxiliar a Defesa Civil no monitoramento, prevenção e alerta dos desastres hidrometeorológicos, a fim de minimizar os impactos causados para a população. Para isso, serão criadas atividades e oficinas de capacitação para os técnicos da Defesa Civil, funcionários das prefeituras e para representantes de comunidades interessados em conhecer e se informar sobre os impactos das chuvas. As oficinas serão ministradas por docentes da UFABC e professionais do CEMADEN e terão como apoio alunos de graduação e pós-graduação da UFABC. As oficinas serão direcionadas principalmente para o conhecimento dos seguintes temas: (a) processos atmosféricos e geográficos que influenciam na distribuição das chuvas no ABC Paulista; (b) técnicas para identificação de limiares de chuva que deflagram eventos de inundação e deslizamentos; e (c) elaboração de mapas temáticos para cada município com a identificação das áreas mais suscetíveis as chuvas intensas.

Projetos institucionais da ProEC no ano de 2017:

Coordenação: ANA CAROLINA QUIRINO SIMÕES

Resumo: O canto coral promove contato com a música dos mais diversos gêneros, servindo como um difusor de cultura. Desenvolve a aprendizagem musical, consciência auditiva, respiratória, inteligência vocal e prática de interpretação, melhorando ainda a dicção e impostação da voz. Estudos científicos recentes de neurociência mostram que os indivíduos que tiveram treinamento musical possuem um efeito positivo no desenvolvimento do cérebro, que contribui para um melhor desempenho acadêmico. O projeto “Coro da UFABC”, iniciado em 2015, visa manter um coro institucional na Universidade Federal do ABC por meio de ensaios semanais com cantores da comunidade acadêmica da UFABC, bem como comunidade externa.

Para mais informações sobre o Coro da UFABC, entre em contato com a Divisão de Cultura da ProEC.

Projetos 2018


A lista de ações de extensão e de cultura da UFABC em 2018 aprovadas via editais PAAE e PAAC está disponível para consulta no Portal Público do SIGAA UFABC, basta filtrar pelo ano 2018 no sistema:

Os projetos de extensão e de cultura da ProEC UFABC em 2018 estão divididas em 5 categorias:

  • Projetos de extensão aprovadas pelo PAAE (Programa de Ações Extensionistas);
  • Proejtos de cultura aprovados pelo PAAC (Programa de Apoio a Ações de Cultura);
  • Projetos institucionais;
  • Projetos aprovados pelo ProExt (Programa de Extensão Universitária);
  • E ações aprovados pela modalidade Fluxo Contínuo.

Caso esteja interessado em ser bolsista, consulte os processos seletivos para bolsistas para as ações de extensão e cultura da UFABC.

Em 2018 não será aberto edital para voluntariado. Os(As) discentes que desejarem atuar nas ações como voluntários(as) deverão entrar em contato diretamente com a coordenação da ação.

Coordenação: ANA CAROLINA QUIRINO SIMÕES

Resumo: O canto coral promove contato com a música dos mais diversos gêneros, servindo como um difusor de cultura. Desenvolve a aprendizagem musical, consciência auditiva, respiratória, inteligência vocal e prática de interpretação, melhorando ainda a dicção e impostação da voz. Estudos científicos recentes de neurociência mostram que os indivíduos que tiveram treinamento musical possuem um efeito positivo no desenvolvimento do cérebro, que contribui para um melhor desempenho acadêmico. O projeto “Coro da UFABC”, iniciado em 2015, visa manter um coro institucional na Universidade Federal do ABC por meio de ensaios semanais com cantores da comunidade acadêmica da UFABC, bem como comunidade externa.

Para mais informações sobre o Coro da UFABC, entre em contato com a Divisão de Cultura da ProEC.

A Pró-reitoria de Extensão e Cultura da Universidade Federal do ABC tem por missão promover a interação transformadora entre a UFABC e outros setores da sociedade, por meio de um processo educativo, cultural, científico e político, impactando diretamente na formação do estudante.

As ações de extensão na ProEC acontecem sob a forma de programa, cursos, projetos e oficinas, numa forma bidirecional – universidade/sociedade/universidade e consideram a indissociabilidade entre ensino/pesquisa/extensão.


Categorias relacionadas ao menu "A ProEC":

Comitê de Extensão e Cultura (CEC), órgão deliberativo e consultivo da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura em caráter permanente, foi oficialmente criado pela Resolução ConsUni nº 16 em de abril de 2009 e seu conteúdo alterado pelas resoluções nº 45 e nº 81 (ver observação abaixo a respeito da resolução nº166 do ConsUni UFABC). Nelas estão descritas informações como atribuições, composição, periodicidade de reuniões e processo decisório do CEC. As sessões, ordinárias e extraordinárias, são registradas em atas, publicadas neste site. Outros documentos expedidos pelo comitê, como portarias normativas, também são publicados nesse site para efeito de publicidade. 

Observação: A denominação do Comitê de Extensão Universitária (CEU) foi alterada pela Resolução Nº 166 do ConsUni UFABC, de 1 de agosto de 2016, para Comitê de Extensão e Cultura (CEC).


Para consultar as resolucões do CEC consulte a página Portarias e Resoluções PROEC.

Para conferir outros documentos do CEC como Calendário, Atas das sessões, Conselheiros e Eleições entre outros, consulte a lista abaixo:

Comitê de Extensão e Cultura (CEC)

Eleições do Comitê de Extensão e Cultura (CEC) da Universidade Federal do ABC.

Observação: A denominação do Comitê de Extensão Universitária (CEU) foi alterada pela Resolução Nº 166 do ConsUni UFABC, de 1 de agosto de 2016, para Comitê de Extensão e Cultura (CEC).

Eleições do Comitê de Extensão Universitária (CEU) da Universidade Federal do ABC. Processo iniciado no final do ano de 2014 através do Edital 034/2014 para o mandato de 2 anos.

Eleições do Comitê de Extensão e Cultura (CEC) da Universidade Federal do ABC. Processo iniciado em 01 de setembro de 2016 por meio do Edital 024/2016 para mandato de até 2 anos.

Edital de eleição de representantes discentes para o Comitê de Extensão e Cultura da Universidade Federal do ABC (CEC).

Documentos

  •   Edital nº 024/2017 - Edital de eleição de representantes discentes para o Comitê de Extensão e Cultura da UFABC (CEC).
  •   Portaria ProEC nº 010/2017Instituir a Comissão Eleitoral para realização de eleições de representantes discentes para o Comitê de Extensão e Cultura da UFABC (CEC).

III Congresso Paulista de Extensão Universitária – COPEX e o I Congresso de Extensão Universitária da UFABC - CONEXÃO.


UFABCIENCIA foto4 divulgacienciaA seção de divulgação cientifica da UFABC integra a Pró Reitoria de Extensão e Cultura - ProEC.

O objetivo desta seção é divulgar de forma prática e organizada aos olhos do público a produção científica realizada na Universidade com a finalidade de contribuir efetivamente para a formação de uma sociedade mais crítica e consciente sobre a importância da ciência no cotidiano e, em alguma medida, promover uma mudança cultural.

  Contato

 Emaildc@ufabc.edu.br

 Telefone: 3356 7286 


  UFABCiência

Confira aqui uma série de artigos sobre Divulgação Científica.


Matérias especiais sobre Divulgação Científica que são publicadas no informativo interno da UFABC, o Comunicare.

Este projeto visa reconhecer e discutir as concepções de ciência dos alunos do Ensino Médio. Convidaremos alunos do EM para visitar o SABINA espaço de Divulgação Científica localizado no Municipio de Santo André e pediremos que eles fotografem o que considerarem mais interessante ou mais importante sobre ciência e tecnologia. Após isso analisaremos as imagens obtidas e as classificaremos em relação a quais equipamentos são mais atrativos aos estudantes do EM. Montaremos uma exposição com as fotografias dos alunos como forma de discutirmos como a Divulgação Científica atinge um de seus principais públicos.

Mais informações sobre o projeto, acesse o site: http://clickciencia9.wix.com/ckciencia

39º Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Instituições Públicas de Educação Superior Brasileiras - De 11 a 14 de maio de 2016 na Universidade Federal do ABC.

 

O CONEXÃO - II Congresso de Extensão Universitária da UFABC ocorreu no dia 12 de maio de 2016 e contou com apresentações dos trabalhos executados nas diversas áreas temáticas - educação, saúde, comunicação, arte e cultura, direitos humanos e justiça, meio ambiente, tecnologia de produção e do trabalho - criando mais uma oportunidade de ampliar os conhecimentos e as experiências acerca do fazer extensão na UFABC.

O evento foi uma oportundiade para conhecer as ações de extensão e cultura da UFABC.


O evento UFABC PARA TODOS é um evento institucional da Universidade Federal do ABC, organizado anualmente sob responsabilidade da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura. Esse evento tem como objetivo principal abrir as portas da Instituição para a comunidade, em especial aos alunos do 3º ano do Ensino Médio, de forma que todos possam conhecer um pouco mais sobre a UFABC.


Instruções para elaboração de materiais de divulgação de ações de extensão e de cultura da UFABC e disponibilização do logo da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da Universidade Federal do ABC - ProEC.

Cursos de Aperfeiçoamento, Especialização e Extensão oferecidos pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da UFABC.

A Escola Preparatória da UFABC - ação de extensão que oferece curso preparatório para o ENEM - conta com a gestão da Pró-Reitoria de Extensão da UFABC.

Cursos de Especialização


testeira cursos de especialização proec ufabc

Os cursos de especialização destinam-se a candidatos diplomados em cursos superiores e que atendam às exigências das instituições de ensino, tendo como objetivo preparar especialistas em setores restritos de estudos. Possuem carga horária mínima de 360 horas e exigem a elaboração de trabalho de conclusão de curso.

As pós-graduações lato sensu compreendem programas de especialização.

(fonte: Ministério da Educação)


Desenvolvido no âmbito do sistema UAB, o curso de Especialização em Ciência e Tecnologia tem como público alvo docentes da rede pública de ensino e é desenvolvido na modalidade EaD.

Cursos de Extensão


testeira cursos extensao proec ufabcOs cursos de extensão são ações pedagógicas, de caráter teórico ou prático, presenciais, semi-presenciais ou a distância, planejadas e organizadas de modo sistemático e com processo de avaliação definido.

Possuem carga horária definidos e atendem a público variado, de acordo com seus projetos específicos. A ProEC adota 12 horas como carga horária mínima para os cursos por ela oferecidos. 


Cursos de Extensão com inscrições abertas

Os cursos de extensão são ações pedagógicas, de caráter teórico ou prático, presenciais, semi-presenciais ou a distância, planejadas e organizadas de modo sistemático e com processo de avaliação definido. Possuem carga horária definidos e atendem a público variado, de acordo com seus projetos específicos. A ProEC adota 12 horas como carga horária mínima para os cursos por ela oferecidos. 

Confira nessa página alguns cursos de extensão com inscrições abertas ou acesse ufabc.net.br/sigextensao para conferir as ações de extensão e cultura com inscrições abertas no sistema UFABC SIGAA Public.

Cursos de Extensão em andamento

Os cursos de extensão são ações pedagógicas, de caráter teórico ou prático, presenciais, semi-presenciais ou a distância, planejadas e organizadas de modo sistemático e com processo de avaliação definido. Possuem carga horária definidos e atendem a público variado, de acordo com seus projetos específicos. A ProEC adota 12 horas como carga horária mínima para os cursos por ela oferecidos. Confira os cursos de extensão em andamento:

O curso se propõe a oferecer ferramentas e reflexões para o desenvolvimento de material didático DIFERENCIADO e INTERDISCIPLINAR de química através das TIC´s e de objetos culturais.

O Curso Tô no Rumo - Jovens e escolha profissional, fruto da parceria entre Ação Educativa e Universidade Federal do ABC (UFABC), é dirigida a professores/as do Ensino Médio e educadores/as em geral que queiram desenvolver, com jovens, atividades educativas focadas em temas como Escolha Profissional, Mundo doTrabalho e possibilidades de continuidade dos estudos.

Cursos de Extensão encerrados

Os cursos de extensão são ações pedagógicas, de caráter teórico ou prático, presenciais, semi-presenciais ou a distância, planejadas e organizadas de modo sistemático e com processo de avaliação definido. Possuem carga horária definidos e atendem a público variado, de acordo com seus projetos específicos. A ProEC adota 12 horas como carga horária mínima para os cursos por ela oferecidos. Confira os cursos de extensão encerrados:

Este curso visa propôr atividades relacionadas com a produção de materiais didáticos voltados para o ensino de Ciências, Física, Química, Biologia e Matemática, a partir da utilização de materiais de baixo custo e de fácil elaboração, produzidos e testados, pelos participantes do curso.

Coordenação: Profº Evonir Albrecht

O curso “Língua Portuguesa: comunicação eficaz na UFABC” possui carga horária de 32 horas e será realizado presencialmente no câmpus Santo André da UFABC. Tem como objetivo desenvolver e aprimorar a capacidade de comunicação entre os funcionários terceirizados da universidade que cursaram o Ensino Médio (completo ou incompleto) e lidam diretamente com a comunidade.

curso-botanica-img-siteO curso é ofertado pela Pró-reitoria de Extensão da Universidade Federal ABC e tem por objetivo formar e atualizar o público em relação a assuntos referentes à Biologia Vegetal, como técnicas de cultivo de plantas, coleta e preservação de material botânico, preservação e legislação ambiental. A partir destes temas pretende-se fazer a integração entre os saberes tradicionais e científicos, contribuindo para a formação de alunos de graduação e pós-graduação da UFABC e atualização na formação de professores que atuam na rede pública de ensino. 

Público alvo: alunos da graduação e da pós-graduação da UFABC( possíveis futuros educadores ) e professores da rede pública da região.

Coordenação: Profa. Andréa Onofre de Araújo

O curso é ofertado pela Pró-reitoria de Extensão da Universidade Federal ABC e tem por objetivo formar e atualizar o público em relação a assuntos referentes à Biologia Vegetal, como técnicas de cultivo de plantas, coleta e preservação de material botânico, preservação e legislação ambiental. A partir destes temas pretende-se fazer a integração entre os saberes tradicionais e científicos, contribuindo para a formação de alunos de graduação e pós-graduação da UFABC e atualização na formação de professores que atuam na rede pública de ensino. 

Imersão no mundo da Cultura Livre, especificamente em produção de Software Livre.

O curso apresenta tópicos  fundamentais de astronáutica relacionados com a dinâmica orbital e rotacional de veículos espaciais.

Formação de professores dos anos iniciais do ensino fundamental sobre o conceito, a importância e formas de trabalho com atividades investigativas.

Coordenação: Profª Drª Fernanda Franzolin

A meditação é uma prática positiva, relativamente simples, acessível a qualquer pessoa interessada, independente de crenças religiosas e mais importante, cujo sucesso foi cientificamente comprovado.

Este curso é baseado nos ensinamentos de meditação de Yongey Mingyur Rinpoche, um dos mais conhecidos e célebres mestres de meditação da nova geração de monges tibetanos. O curso será Ministrado pela Profa Camila Almeida.

art educacao-em-direitos-humanos-final tutores categ

O curso pretende fornecer subsídio para a realização de práticas pedagógicas voltadas à consecução da cultura dos direitos humanos no ambiente escolar e elaboração materiais didáticos específicos de educação em direitos humanos.

Consulte aqui o Edital com os documentos para matrícula de aluno no Curso de Aperfeiçoamento "Educação em Direitos Humanos".

Consulte aqui o projeto pedagógico do curso.

art gde-final tutores categ

O curso visa contribuir com a formação de profissionais da educação e membros das comunidades escolares para a reflexão e realização de práticas pedagógicas e projetos de intervenção sobre as temáticas relativas a gênero e diversidade nas escolas e comunidades.

Consulte aqui o Edital com os documentos para matrícula de aluno no Curso de Aperfeiçoamento "Gênero e Diversidade na Escola".

Consulte aqui o projeto pedagógico do curso.

Seleção de bolsistas - Supervisor e Professor Formador - Pacto Nacional do Ensino Médio.

Seleção de bolsistas - somente Professor Formador - Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio

Curso introdutório de estatística, em módulo único de 36 horas, presencial. A idéia é apresentar a quem não é ou é pouco familiarizado com o tópico, o que é estatística e suas aplicações, iniciando com distribuições, frequências, estatísticas básicas, de média até desvio padrão, chegando a correlações, com apoio da ferramenta excel.

Oferecimento de um curso de extensão de Libras - Língua Brasileira de Sinais na Universidade Federal do ABC.

 

 

O curso tem por objetivo oferecer estágio em pesquisa inter e (multi)disciplinar nas áreas de História e Relações Internacionais a ser realizado junto à Biblioteca Municipal Mário de Andrade (BMA). A pesquisa de campo consistirá no levantamento, no cadastramento, na seleção e na análise crítica de fontes históricas primárias que compõem o Acervo da Biblioteca Depositária das Nações Unidas (Sala ONU) - documentos oficiais da ONU e de seus organismos, e que está sob a guarda daquela biblioteca. A finalidade é estimular o uso da História enquanto instrumento para a reflexão sobre questões da política internacional contemporânea.

O curso de extensão: Da teoria à práxis: pós-marxismo e partidos-movimentos no Brasil e na Espanha faz parte dos projetos aprovados no PAE (Proposta de Ação de Extensão) 2016 da UFABC.

Sob a coordenação do professor Dr. Claudio Penteado, do programa de pós-graduação em Ciências Humanas e Sociais da UFABC, o curso é voltado para discutir a alternativa política para grupos de esquerda dentro do atual cenário mundial, por meio de leitura e estudo da teoria pós-marxista, exibição de conteúdos audiovisuais relacionada ao tema dos partidos-movimentos, realização de mesa redondas, formação de grupo de estudos e redação de artigos.

A inscrição é aberta para todos os interessados. Ao final do curso, a Pró-reitoria de Extensão emitirá o certificado para os participantes.

Mais informações no site do curso.

Nos dias 22/01/2016 e 29/01/2016, das 9:00h às 17:30h, será ministrado, no laboratório L508-1 da UFABC, campus Santo André,   na Torre 1 do Bloco A, o Curso de Extensão de 16h:

“Aplicação de Ferramenta Georreferenciada em Geração Distribuída”

Na ocasião, cada participante receberá uma apostila, e ao final, certificado de participação. Não há qualquer custo de participação! Vagas limitadas!

Aos interessados, favor confirmar presença (enviando nome completo, CPF e telefone) para planejamento.energetico@ufabc.edu.br
http://pgene.ufabc.edu.br/

Mais informações: http://ufabc.net.br/ah

Curso de extensão universitária gratuito, com certificação pela Universidade Federal do ABC (UFABC), formará educadores para uso de metodolodia de orientação e escolha profissional dirigida a jovens estudantes do Ensino Médio.

O curso Tô no Rumo ocorrerá entre maio e junho, aos sabádos pela manhã, no campus da UFABC de Santo André. Terá 32 horas de duração e é dirigido a professores/as do Ensino Médio público. A formação é resultado da parceria entre a Universidade Federal do ABC (UFABC) e a Ação Educativa, responsável pelas atividades.

Objetivo do curso: Preparar profissionais da comunidade jurídica e da comunidade aeronáutica nos princípios e fundamentos que norteiam a atividade de Perito Judicial Aeronáutico em causas jurídicas aeronáuticas, envolvendo Perícia Judicial Aeronáutica. O curso foi concebido com a finalidade de acolher igualmente os profissionais da comunidade jurídica e da comunidade aeronáutica. Assim sendo, os profissionais da comunidade aeronáutica não precisam ser versados em direito, nem os da comunidade jurídica precisam ser versados em assuntos relacionados à atividade aérea, pois a linguagem e metodologia utilizadas têm a finalidade de atender e nivelar as duas áreas.

 

 

O curso de extensão universitária “Química e Cultura no Ensino” será realizado a distância com duas aulas presenciais, sendo uma inaugural , no dia 18/07, das 14h às 18h  e a outra de encerramento do curso, em data a ser informada.
O objetivo do curso é capacitar professores e alunos de licenciatura em química para o desenvolvimento de novos métodos de ensino com o uso das TICs em sala de aula, promovendo a contextualização dos conteúdos curriculares, por meio da correlação de conteúdos culturais com os conteúdos do currículo de química.

Coordenadora: Profa. Dra. Mirtha Lina Fernández Venero

Instrutoras: Caroline Dantas, Angélica Maria Gouveia Gomes

Objetivo do curso: O presente projeto de extensão tem como objetivo principal o empoderamento das mulheres e sua maior inserção no mercado tecnológico através da programação. Em particular, o projeto pretende inserir uma rede para compartilhar conhecimentos de programação em Python. O mesmo é uma linguagem de programação alto nível, desenvolvida em 1990 no Instituto Nacional de Pesquisas para Matemática e Ciências da Computação da Holanda. Ela é uma linguagem de fácil aprendizado, grande aplicabilidade e código aberto, podendo assim ser incluída em produtos de propriedade. Atualmente é a quarta linguagem em termos de popularidade (segundo o ranking da TIOBE Programming Community), sendo utilizada em diversas áreas desenvolvimento web e sistemas, pesquisa científica, etc. A metodologia utilizada serão aulas em laboratório divididas em dois módulos (Iniciante e Intermediário). O objetivo das aulas é desenvolver um ambiente no qual as alunas aprendam os conceitos mais importantes de Python e possam aplicar e ensinar o conhecimento apreendido por onde passarem de maneira a criar uma rede de ensino-aprendizagem.

O Pan-africanismo foi uma das teorias políticas mais relevantes do pensamento social africano e da diáspora negra do século XX. O ciclo de debates pretende sustentar um diálogo público na Universidade, entre docentes, discentes e movimentos sociais. Em especial a UNEAFRO, organização com comprovado trabalho na formação educacional da juventude negra.

É inegável a importância da China em nossos dias e a UFABC possui apenas uma única disciplina sobre o país, e voltada ao desenvolvimento econômico recente. A intenção deste curso é ajudar a reduzir essa deficiência. ampliando a percepção e conhecimento do público em geral, e em particular dos acadêmicos, sobre a cultura milenar da China, bem como esclarecer mitos e mal-entendidos sobre essa cultura, sua história e costumes.

Desde seu surgimento a dialética hegeliana tem suscitado debates acalorados e não apenas no âmbito filosófico. Se por um lado discutiu-se e ainda hoje se discute até que ponto sua influência é observável na tradição de pensamento marxista, por outro lado ela foi alvo de críticas virulentas da parte de lógicos e filósofos da ciência. Contudo, em mais uma dessas reviravoltas que de tempos em tempos acometem o cenário filosófico, é o próprio pensamento lógico que direciona hoje sua atenção à dialética hegeliana. Diante, portanto, das diversas formas de apropriação que ocorreram com a dialética hegeliana, algo que atesta a riqueza e a importância dessa filosofia atualmente, o presente curso pretende explorar introdutoriamente a obra de Hegel na qual o tema tem sua formulação mais acabada, a Ciência da Lógica, procurando, ao mesmo tempo, fornecer um panorama geral dos objetivos desse texto. Com isso, o curso terá interesse, numa perspectiva de efeito interdisciplinar, não apenas para aqueles mais afeitos às ciências humanas quanto para aqueles mais preocupados com a lógica, além simplesmente de todos aqueles que se interessam por um dos filósofos que tiveram influência decisiva no pensamento e na cultura contemporâneas.

Objetivos do curso - Espera-se que o curso possibilite aos professores dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental:

  • Compreender o que são atividades investigativas no ensino de Ciências
  • Refletir sobre a importância das atividades investigativas para a formação dos alunos
  • Compreender que existem diferentes possibilidades de atividades investigativas
  • Conhecer, vivenciar e experimentar as atividades investigativas favorecendo a construção de um repertório de possibilidades
  • Perceber o livro didático adotado pela escola como uma possível fonte de atividades investigativas
  • Compreender como modificar atividades investigativas fechadas para torná-las mais abertas

Diante das contradições da existência concreta, importantes pensadores contemporâneos optaram por uma reflexão que aproxime as teorias filosóficas da condição humana no mundo. O Curso Livre de Humanidades traz a cada módulo algumas dessas teorias, oferecendo chaves de interpretação para leituras do mundo contemporâneo.

Fundamentos teóricos contemporâneos e práticas de ensino em uma perspectiva descolonial.

Curso dirigido à professoras e professores de todas as áreas, estudantes de licenciatura e demais interessados(as).

Curso de Extensão em Educação Financeira (2017).

Uma vida financeira equilibrada tem o potencial de influenciar as pessoas no desempenho de suas atividades. Muitas vezes, o desequilíbrio financeiro surge da falta de conhecimentos básicos em saber lidar com o dinheiro. Para isso é necessário estabelecer parâmetros e critérios para gerenciar adequadamente o dinheiro. A capacitação em Educação Financeira complementa o desenvolvimento de competências individuais para a educação financeira.

O curso é destinado a professores e futuros professores de matemática.

Os objetivos do curso:
- Propiciar um ambiente de formação de professores de matemática no qual se fará uma discussão sobre os conhecimentos algébricos desenvolvidos por professores, ao ensinar Álgebra na Educação Básica;
- Investigar diferentes significados de conceitos matemáticos do campo da Álgebra que emergem nos processos de ensino e de aprendizagem de Matemática, no âmbito dos Ensinos Fundamental e Médio;
-Compreender o papel de atividades matemáticas que contemplem perfis conceituais de conceitos matemáticos do campo da Álgebra, na formação inicial e/ou continuada dos professores envolvidos;
- Identificar e mapear os diferentes conhecimentos algébricos que emergem na interação dos professores com as atividades matemáticas e
Investigar como as Esturturas Algébricas (anel, corpo e grupo) se relacionam com a álgebra ensinada na Escola Básica.

O curso se propõe a oferecer a professores e licenciandos embasamento teórico e metodológico para o ensino e divulgação de conteúdos de Astronomia na educação básica, facilitando a inserção desta temática na prática em sala de aula. Será desenvolvido na modalidade semi-presencial, com encontros mensais, aos sábados, das 9h às 12h e atividades em ambiente virtual de aprendizagem.

O curso consiste em uma série de palestras e debates sobre relações étnico-raciais e a questão nacional brasileira. O objetivo é refletir sobre os desafios enfrentados atualmente no Brasil em relação às questões de democracia e desenvolvimento, a partir das profundas e persistentes desigualdades étnico-raciais. O curso visa a aprofundar o diálogo sobre a atual crise econômica e política e contribuir à construção de um novo projeto nacional.

Neste curso, o professor de ciências irá rever conceitos básicos em química, aprender a elaborar aulas investigativas de ciências no laboratório (como foco na química) e ainda, haverá a aplicação de uma das propostas junto a alunos do ensino fundamental I, que serão convidados a virem para um dos laboratórios da UFABC.


O curso de extensão “Dinâmicas e desafios da migração Africana no Brasil” nasceu do diálogo mantido nos últimos seis meses com um grupo de profissionais da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social da Prefeitura de São Paulo, especialmente assistentes sociais e psicólogas, que atuam diretamente com imigrantes africanos que buscam nos serviços socioassistenciais dos Centros Pop - Centros de Referência Especializados de Assistência Social para População em Situação de Rua, principal porta de entrada dos usuários à rede de proteção social especial do Sistema Único de Assistência Social – SUAS, acesso aos serviços de acolhimento institucional, saúde, educação, trabalho e a todos os outros órgãos de garantia de direitos.

O curso, pensado e estruturado especialmente, mas não exclusivamente, para profissionais envolvidos com a questão migratória, a comunidade de imigrantes, além de estudantes e pesquisadores interessados na temática e que desejam ampliar a compreensão das interações entre os imigrantes e a sociedade de acolhida, objetiva a aquisição de conhecimentos teóricos sobre os fenômenos migratórios contemporâneos envolvendo as sociedades africanas, permitindo uma melhor compreensão da situação vivenciada pelos imigrantes africanos no Brasil.

A análise das características gerais e do perfil dos imigrantes africanos (idade, países de origem, gênero, escolaridade, profissão, motivações para migração etc) permitirá uma melhor compreensão dos desafios da inserção na sociedade de acolhida. As dimensões socioculturais, sociopolíticas e psicológicas ligadas às dinâmicas de adaptação serão também estudadas no curso. O objetivo não é de formar interventores, mas contribuir para o desenvolvimento de uma reflexão crítica sobre os modelos de intervenção e os sistemas de valores existentes atualmente.

O curso vai ao encontro da lei nº 143/2016 que institui a Política Municipal para a População Imigrante e tem como objetivo prioritário, oferecer conhecimentos teóricos sobre os fenômenos migratórios contemporâneos envolvendo as sociedades africanas. Espera-se com tal objetivo proporcionar uma melhor compreensão da situação vivenciada pelos imigrantes africanos no Brasil.

O curso será oferecido na modalidade presencial, com encontros aos sábados, no campus de Santo André da Universidade Federal do ABC – UFABC. Cada encontro terá a duração de 6 horas (9h00 às 12:00 e 13:00 às 16h00) e a atividade será coordenada por professores e formadores com reconhecido conhecimento no tema.

O curso tem como objetivo contribuir com o conhecimento e estudo das chuvas e seus impactos na região do ABC Paulista, com vistas a conhecer a sua distribuição espacial e temporal, determinar limiares deflagradores de eventos de inundação e deslizamentos, auxiliando assim no monitoramento e prevenção do impacto dos eventos extremos de chuva.

Curso de extensão gratuito com a proposta de organizar um espaço de aprendizagem, reflexão e questionamentos sobre a prática de Educação em Sexualidade, na forma de oficina destinada a professoras e professores da Educação Básica, bem como a alunas e alunos de licenciatura.

Curso destinado a professores de matemática.

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) foi criado em 1998, para atender a LDB no sentido de avaliar o desempenho dos estudantes ao final do ensino médio e verificar o desenvolvimento de competências para o exercício da cidadania. O ENEM foi constituído tendo como referência os documentos oficiais. Os PCN (Parâmetros Curriculares Nacionais) orientam um ensino contextualizado científico-tecnologicamente, que proporcione ao estudante a compreensão das relações entre ciência, tecnologia e sociedade. Nesta perspectiva, a abordagem CTS e a Educação Matemática Crítica podem contribuir para um ensino contextualizado e interdisciplinar. Este estudo apresenta uma análise das questões de matemática apresentadas no Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM), no período de 2012 a 2016, com o objetivo de investigar se essas questões possuem em seu contexto, questionamentos relacionados à abordagem CTS (Ciência, Tecnologia e Sociedade), bem como examinar se estão relacionadas com outras áreas de conhecimento, em uma abordagem interdisciplinar.

O Curso Tô no Rumo - Jovens e escolha profissional, fruto da parceria entre Ação Educativa e Universidade Federal do ABC (UFABC), é dirigida a professores/as do Ensino Médio e educadores/as em geral que queiram desenvolver, com jovens, atividades educativas focadas em temas como#EscolhaProfissional, #MundodoTrabalho e possibilidades de continuidade dos estudos.

Caminhos do Mar é um projeto de Extensão e Cultura que tem como objetivo compreender a história e memória dos caminhos sociotécnicos ambientais que integram a Baixada Santista e o Planalto. A coordenação do projeto é da Profª Graciela Oliver, do CCNH.

O curso reúne diálogos entre áreas e especialidades do conhecimento diversas, problematizando as mudanças sociotécnicas e ambientais da região da Baixada Santista e suas ligações com diversos contextos temporais.

Apresenta leituras e uma saída de campo (nível da caminhada: médio) orientadas para a discussão histórica e  interdisciplinar sobre a Serra do Mar e seus caminhos, como objetos sociotécnico e ambientais. Saiba mais sobre o projeto no site do curso.

O curso de extensão "Pibid nas Férias: Arte, Ciência e Tecnologia" busca propor atividades artísticas e tecno-científicas aos alunos de Ensino Médio das escolas parceiras do Pibid/UFABC. As atividades serão diversificadas e promoverão ações interdisciplinares, destacando-se práticas experimentais investigativas em física e biologia, ensino de ciências através de jogos e artes, discussão de temáticas ambientais e sustentabilidade e um exercício de reflexão sobre as mulheres na ciência. As ações ocorrerão em três tardes, buscando proporcionar uma maior relação entre a escola e a universidade públicas e a ampliação das propostas didáticas relacionadas aos subprojetos participantes do Pibid.

Oferecimento de um curso de extensão de Libras - Língua Brasileira de Sinais na Universidade Federal do ABC.

O presente  projeto de  extensão  tem  como objetivo principal o desenvolvimento no cursista algumas habilidades básicas de programação: atribuições, condicionais, laços, funções e manipulação de arquivos. A linguagem escolhida para o curso  será Python por ser de fácil aprendizado, versátil e de código aberto. Além disso, atualmente Python é a quarta linguagem em termos de popularidade (segundo o ranking da TIOBE Programming Community), sendo utilizada para desenvolvimento web, sistemas, pesquisa científica, etc.  

Todas as aulas serão práticas, de três horas semanais, e serão realizadas em um laboratório didático de Informática da UFABC. O instrutor irá apresentar o conceito de cada aula por meio de exemplos, que os cursistas poderão replicar no computador. Em seguida o instrutor irá propor atividades que requerem o entendimento dos conceitos abordados nos exemplos e irá acompanhar os cursistas no desenvolvimento dessas atividades

Antártica ou Antártida? É um curso a distância de quarenta horas distribuídas ao longo de dez semanas. Há duas aulas presenciais, a inaugural e a final, e todas as demais acontecem on-line, mediadas pelo Moodle, e devem ser finalizadas em dez semanas. O curso é composto por roteiros de aulas, textos, videoaulas, jogos, sequências didáticas, imagens etc.  

Os participantes do curso devem dedicar quatro horas semanais para estudar os conteúdos do curso, realizar pesquisas e executar as atividades de aprendizagem. A avaliação será processual por meio da interação em grupos e fóruns de discussão, elaboração de sequências didáticas e projetos pedagógicos etc.

Esta atividade de extensão é voltada a professores da Educação Básica da rede pública de ensino. O curso tem como objetivo atualizar os profissionais da área de educação nos temas recentes relacionados ao funcionamento cerebral e debater a aplicação dos mesmos na prática diária dos educadores.

Resumo: 

A aula está organizada em uma perspectiva teórico prática, com suporte audiovisual e participação ativa do formando, com incidência na apresentação e discussão de temas específicos de Balística Forense. A conclusão dotará os participantes de conhecimentos básicos sobre a balística nas suas várias dimensões, capacitando-os ao nível do funcionamento básico de uma arma de fogo e a evolução das mesmas.

Objetivos Gerais:

  • Compreender os princípios básicos da balística interna, balística intermédia ou de transição e balística externa;
  • Identificar as principais tipologias de armas de fogo, de munições e seus componentes e
  • Entender a balística forense enquanto instrumento de investigação criminal.

O projeto Curso Livre de Humanidades, cujo objetivo principal é oferecer formação em Filosofia e Ciências Humanas para a comunidade interna e externa da UFABC, oferecerá nesse primeiro módulo uma introdução a essa problemática em cinco encontros em que serão abordadas teses de Enrique Dussel, Anibal Quijano, Nilma Lino Gomes e Boaventura de Sousa Santos.


Oficinas de extensão ProEC UFABC.

Público: professores da educação básica
Datas: 12 e 13/11
Local: Sabina - Escola Parque do Conhecimento

Oficinas

  • Jogos teatrais
  • Alfabetização Científica
  • Teatro para educadores
  • Experiencias práticas

A Perícia Judicial Aeronáutica é uma matéria praticamente inexistente no Brasil, principalmente em se tratando de apuração de responsabilidade em caso de acidentes aeronáuticos. Esta oficina tem como objetivo apresentar os princípios e fundamentos da Perícia Judicial Aeronáutica com a finalidade de apuração de responsabilidade jurídica na atividade aérea.

O PACC - Programa Anual de Capacitação Continuada oferece à comunidade acadêmica da UFABC cursos de capacitação de formadores e conteudistas, de formação de tutores, de metodologias de ensino para uso de video-conferência na EAD, de desenvolvimento de objetos de aprendizagem, de produção de videos e de vídeo-aula. Enriqueça seu currículo lattes!

Mais informações em http://uab.ufabc.edu.br

Cursos de Aperfeiçoamento


testeira cursos de aperfeicoamento proec ufabc

Os cursos de aperfeiçoamento destinam-se a profissionais que estejam no exercício de uma determinada ocupação (correlacionada com a formação acadêmica de origem na graduação), que pode até não significar uma profissão, mas cargo ou função.

O curso de aperfeiçoamento oferecido “após a graduação” pode ocupar-se de campos específicos da atividade profissional, inclusive a docente, com carga horária mínima de 180 horas, conferindo a seus concluintes certificado. (fonte: Ministério da Educação)


Sobre a EPUFABC

 

testeira epufabc siteA Escola Preparatória da UFABC (EPUFABC) começou suas atividades em 2010 como um projeto de extensão idealizado por alunos de graduação da Universidade Federal do ABC.

Desde o início, buscou-se promover o acesso das comunidades populares da região do ABC ao ensino superior de qualidade, oferecendo um cursinho gratuito preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) - utilizado na seleção de alunos para UFABC.

Vídeo Institucional

 

 

Processo Seletivo 2018

 

A Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da UFABC (ProEC) informa que o processo seletivo de alunos e alunas para ingresso na Escola Preparatória da UFABC 2018, curso presencial gratuito que aborda conteúdos do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), está encerrado.

O próximo Edital com as regras da seleção de discentes para a Escola Preparatória da UFABC em 2019 possivelmente será públicado entre Dezembro/2018 e Janeiro/2019.

 

Encerramento do Processo Seletivo 2018:

Divulgação do Resultado da 7ª Chamada para Matrícula:

Início do curso: 03/04/2018.

Inscrições encerradas em 02/02/2018.

Requisitos e mais informações sobre o Processo Seletivo 2018 no Edital:

Informações sobre novos processos seletivos da EPUFABC serão publicadas aqui no site da ProEC UFABC.

Confira abaixo os processos seletivos relacionados a Escola Preparatória da UFABC:


Divisão de Cultura


testeira cultura proec ufabcAção cultural é a ação que promove, incorpora, estimula, possibilita e/ou transmite expressões culturais e artísticas individuais ou coletivas. A ação cultural pode ser um fim em si mesma ou contribuir para a produção e/ou o acesso de bens e serviços culturais.

(Resolução CEC UFABC nº 006 - Define ação cultural no âmbito da UFABC)

A divisão de Cultura da ProEC UFABC promove e apoia projetos, atividades e ações de cultura.

Mais informações sobre a Divisão de Cultura:

 

Contato: cultura.proec@ufabc.edu.br / (11) 4996-7920 / 7921 / 7922

Eventos: Eventos de 2018



testeira atividades culturais Atividades culturais diversas que contam com apoio da Divisão de Cultura da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da UFABC.

Contato da Divisão de Cultura ProEC UFABC: cultura.proec@ufabc.edu.br

A Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da UFABC (ProEC), em parceria com o Sistema de Bibliotecas da UFABC, torna pública a abertura do processo de seleção de propostas de ocupação artística, de caráter temporário, nos espaços da UFABC.

Com este Edital, a ProEC buscará agregar valores simbólicos, estéticos e culturais aos espaços da Universidade, valorizando, sobretudo, a humanização dos processos educativos, sociais e de convivência.

O Edital Mais Cultura nas Universidades é uma ação do Programa Mais Cultura nas Universidades, instituído conjuntamente entre o Ministério da Educação e o Ministério da Cultura por meio da Portaria Interministerial MEC/MinC nº 18/2013, e tem a finalidade de desenvolver e fortalecer o campo das artes e da cultura no país, com ênfase na inclusão social e no respeito e reconhecimento da diversidade cultural.

Eventos culturais promovidos pela ProEC.

Logo Quintas Culturais UFABC

Quintas-Culturais é uma ação da ProEC que trará uma apresentação musical para a UFABC em pelo menos uma quinta-feira por mês.


O curso de extensão Formação para Gestores Culturais para o desenvolvimento do Sistema Nacional de Cultura – Modalidade EaD será ofertado pela UFABC em parceria com a Secretaria de Articulação Institucional do Ministério da Cultura, responsável pela implantação do Sistema Nacional de Cultura (SNC) em todo território nacional. O curso terá carga horária total de 132 horas, além de um encontro presencial na UFABC.

O curso de extensão Formação para Gestores Públicos e Conselheiros de CulturaModalidade EaD será ofertado pela UFABC em parceria com a Secretaria de Articulação Institucional do Ministério da Cultura, responsável pela implantação do Sistema Nacional de Cultura (SNC) em todo território nacional. O curso terá carga horária total de 132 horas, além de um encontro presencial na UFABC.

A Ocupação Artística da UFABC é uma iniciativa da Pró-reitoria de Extensão e Cultura, e tem como objetivo agregar valores simbólicos, estéticos e culturais aos espaços da Universidade, enfatizando, sobretudo, a humanização dos processos educativos, sociais e de convivência.

Por meio de editais abertos ao público e parcerias com artistas e galerias, além do apoio material de gráficas e comércio da região, a ação procura ocupar a UFABC com manifestações artísticas e diversidade cultural, compreendendo a arte em todas as suas dimensões, impactos, polêmicas, contestações e desafios, tendo como foco encorajar a transformação dos espaços.

Apresentar ferramentas das artes cênicas para apoiar as descobertas interpessoais. Utilizando os jogos em grupo, exercícios de improvisação, criação de pequenas cenas. Os jogos teatrais serão mediados em harmonia com o trabalho de expressão corporal.

A Cia Estrela Dala e o quarteto "À deriva", em parceria com a PROEX UFABC, apresentam um experimento artístico a partir da obra Finnegans Wake, de James Joyce. No período de 3 meses, o grupo propõe uma imersão nas diferentes possibilidades de releitura da obra. A oficina é gratuita, oferece 40 vagas e é aberta ao público interno e externo a UFABC.

Processo seletivo da FUNDEP para alunos da UFABC para atuar na Rede CEUs de Cineclubes, nas áreas de Audiovisual e Design.

 

Processo seletivo de estágio (via FUNDEP) para alunos da UFABC para atuar nas áreas de Gestão de Projetos e Design Instrucional no projeto de Formação de Gestores Públicos de Cultura MinC / ProEC UFABC.

A Pró-reitoria de Extensão da Universidade Federal do ABC, em parceria com a Secretaria de Economia Criativa do Ministério da Cultura, torna pública a seleção de Produtores Audiovisuais em Cineclubes para atuarem no Programa Rede CEUs de Cineclubes.

Parceria entre a seção de Cultura da ProEC UFABC e a entidade estudantil Sonora UFABC.

A Pró-reitoria de Extensão e Cultura (ProEC) da Universidade Federal do ABC (UFABC) torna pública a presente chamada para submissão de fotografias para a Ocupação Artística – Especial Dia do Servidor Público e da Servidora Pública.

pre pagina agenda aud vfinal2

Informações sobre a reserva de auditórios

Foto de Auditorio

A Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da UFABC é a responsável pelo agendamento de eventos nos auditórios A111-0 e A112-0 do Campus Santo André e nos auditórios 001, 002, 003 e 005 do Campus São Bernardo do Campo.


Campus Santo André

Antes de solicitar a reserva do auditório, verifique sua disponibilidade na  Agenda dos Auditórios do Campus Santo André

Para reservar algum auditório preencha o  Formulário de Reserva do Auditórios do Campus Santo André

Campus São Bernardo do Campo

Antes de solicitar a reserva do auditório, verifique sua disponibilidade na  Agenda dos Auditórios do Campus São Bernardo do Campo

Para reservar algum auditório preencha o  Formulário de Reserva do Auditórios do Campus São Bernardo do Campo

 

Reserva dos auditórios A111-0 e A112-0 do campus Santo André da UFABC.


Reserva dos auditórios 001, 002, 003 e 005 do campus São Bernardo da UFABC.



logo editoraufabc smallA Editora da Universidade Federal do ABC foi criada em setembro de 2013, e sua constituição remete à distinta proposta de projeto pedagógico da Universidade, pautada pela interdisciplinaridade. A criação de uma editora universitária foi tida como fundamental para o aprofundamento e aprimoramento das funções da UFABC, pois visava ampliar a qualidade do ensino através da produção de material didático próprio, fomentar a pesquisa através da ampla divulgação dos resultados do trabalho de cientistas, e estabelecer uma ponte com a comunidade externa. A Editora surge então com a função de contribuir para a democratização do acesso à informação, proporcionando a inserção do conhecimento acadêmico na sociedade e incorporando conhecimento de qualidade produzido no ambiente extra-universitário.

Em seu rol de atividades, prioriza a edição, publicação, divulgação e difusão em âmbito nacional e internacional, de obras de caráter científico, didático e cultural, tanto em meio físico como digital.

A partir de 2015, a Editora da UFABC passou a integrar a Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (ProEC UFABC).

Para mais informações acesse o site da Editora: editora.ufabc.edu.br